Loading
 
 
 
Loading
 
Festa do Menino Jesus homenageia o Ano do Laicato, em Maceió
Loading
 
18 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Maceió - Alagoas (Quinta-feira, 18-01-2018, Gaudium Press) Situada no bairro do Pinheiro, em Maceió, a Paróquia Menino Jesus de Praga inicia nesta sexta-feira, 19, a tradicional Festa do seu Padroeiro.

Festa do Menino Jesus homenageia o Ano do Laicato, em Maceió.png

Inspirada nas reflexões à luz do Evangelho sobre o Ano do Laicato, a comunidade realizará até o dia 28 deste mês missas em horários alternados, além de momentos de animação com apresentações artísticas e culturais em um espaço ao lado da Matriz.

Entre os dias 19 e 27 de janeiro, sempre às 19h, haverá cerimônias presididas por padres convidados e concelebradas pelo pároco, Padre José Aloísio, responsável pela paróquia desde 2011.

Padre José Aloísio, aliás, destacou a relevância do leigo para o fortalecimento da religião católica. "A Arquidiocese tem procurado, por meio de suas paróquias e nas festividades de padroeiros, refletir sobre a importância do leigo, que ao contrário do senso comum popular - de que leigo é aquele que não sabe nada - para a Igreja Católica é aquele que não tem uma ordem, mas que desempenha a missão de levar o evangelho e o testemunho de Jesus Cristo, seguindo o que nos fala Papa Francisco, de sermos uma igreja em saída, e o leigo ‘sal da Terra e luz do mundo'".

No último dia dos festejos, 28 de janeiro, os devotos participarão da missa solene às 7h30. E às 16h, ocorrerá a tradicional Procissão do Menino Jesus, que percorrerá diversas ruas do bairro.

A Paróquia Menino Jesus de Praga teve sua instalação concretizada em 1984 por Dom Miguel Fenelon Câmara, então Arcebispo de Maceió. A construção do templo somente foi possível graças à ajuda internacional e cooperação de paroquianos.

Na época, os recursos doados pela Alemanha deram início à pequena igreja, que continuou a ser erguida através de um mutirão da comunidade para o preparo do almoço servido aos operários da obra.

Segundo relatos históricos transcritos pelo coordenador da Pastoral Paroquial da Liturgia, Elmanuel Machado, a devoção ao Menino Jesus data do século XVII, enredada por profecia, destruição de templo e milagres após momentos turbulentos em Praga, na Tchecoslováquia.

"Fernando II, imperador da Alemanha, para expressar sua gratidão a Nosso Senhor por uma grande vitória alcançada em uma batalha, construiu em 1620, na cidade de Praga, um convento de Padres Carmelitas. A cidade de Praga era vítima das mais diversas e graves calamidades. Nessa época, vivia em Praga a piedosa princesa Policena Lobkowitz, que presenteou os Carmelitas com uma pequena estátua de cera, de 48 cm, que representava um formoso Menino Deus, de pé, com a mão direita erguida em atitude de bênção. A mão esquerda segurava um globo dourado. Seu rosto era muito amável e gracioso. A túnica e o manto tinham sido confeccionados pela própria princesa. Esta, ao dar a estátua aos religiosos carmelitas, disse-lhes: ‘Meus padres, entrego-lhes o maior tesouro que possuo neste mundo. Prestem muitas honras a este Menino Jesus e nada lhes faltará'. A profecia da piedosa princesa cumpriu-se literalmente e as necessidades do mosteiro foram milagrosamente socorridas", descreveu Machado. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Maceió

Loading
Festa do Menino Jesus homenageia o Ano do Laicato, em Maceió

Maceió - Alagoas (Quinta-feira, 18-01-2018, Gaudium Press) Situada no bairro do Pinheiro, em Maceió, a Paróquia Menino Jesus de Praga inicia nesta sexta-feira, 19, a tradicional Festa do seu Padroeiro.

Festa do Menino Jesus homenageia o Ano do Laicato, em Maceió.png

Inspirada nas reflexões à luz do Evangelho sobre o Ano do Laicato, a comunidade realizará até o dia 28 deste mês missas em horários alternados, além de momentos de animação com apresentações artísticas e culturais em um espaço ao lado da Matriz.

Entre os dias 19 e 27 de janeiro, sempre às 19h, haverá cerimônias presididas por padres convidados e concelebradas pelo pároco, Padre José Aloísio, responsável pela paróquia desde 2011.

Padre José Aloísio, aliás, destacou a relevância do leigo para o fortalecimento da religião católica. "A Arquidiocese tem procurado, por meio de suas paróquias e nas festividades de padroeiros, refletir sobre a importância do leigo, que ao contrário do senso comum popular - de que leigo é aquele que não sabe nada - para a Igreja Católica é aquele que não tem uma ordem, mas que desempenha a missão de levar o evangelho e o testemunho de Jesus Cristo, seguindo o que nos fala Papa Francisco, de sermos uma igreja em saída, e o leigo ‘sal da Terra e luz do mundo'".

No último dia dos festejos, 28 de janeiro, os devotos participarão da missa solene às 7h30. E às 16h, ocorrerá a tradicional Procissão do Menino Jesus, que percorrerá diversas ruas do bairro.

A Paróquia Menino Jesus de Praga teve sua instalação concretizada em 1984 por Dom Miguel Fenelon Câmara, então Arcebispo de Maceió. A construção do templo somente foi possível graças à ajuda internacional e cooperação de paroquianos.

Na época, os recursos doados pela Alemanha deram início à pequena igreja, que continuou a ser erguida através de um mutirão da comunidade para o preparo do almoço servido aos operários da obra.

Segundo relatos históricos transcritos pelo coordenador da Pastoral Paroquial da Liturgia, Elmanuel Machado, a devoção ao Menino Jesus data do século XVII, enredada por profecia, destruição de templo e milagres após momentos turbulentos em Praga, na Tchecoslováquia.

"Fernando II, imperador da Alemanha, para expressar sua gratidão a Nosso Senhor por uma grande vitória alcançada em uma batalha, construiu em 1620, na cidade de Praga, um convento de Padres Carmelitas. A cidade de Praga era vítima das mais diversas e graves calamidades. Nessa época, vivia em Praga a piedosa princesa Policena Lobkowitz, que presenteou os Carmelitas com uma pequena estátua de cera, de 48 cm, que representava um formoso Menino Deus, de pé, com a mão direita erguida em atitude de bênção. A mão esquerda segurava um globo dourado. Seu rosto era muito amável e gracioso. A túnica e o manto tinham sido confeccionados pela própria princesa. Esta, ao dar a estátua aos religiosos carmelitas, disse-lhes: ‘Meus padres, entrego-lhes o maior tesouro que possuo neste mundo. Prestem muitas honras a este Menino Jesus e nada lhes faltará'. A profecia da piedosa princesa cumpriu-se literalmente e as necessidades do mosteiro foram milagrosamente socorridas", descreveu Machado. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Maceió

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92545-Festa-do-Menino-Jesus-homenageia-o-Ano-do-Laicato--em-Maceio. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“Quando vamos à comunhão recebemos a vida mesmo de Deus e para ter essa vida é necessário nutr ...
 
“O restauro resgata a história, e nós temos sempre que olhar para o nosso passado para podermos ...
 
“O Museu Paroquial Matriz Museu conta a trajetória de fé do povo de Maricá”, explicou o Padre ...
 
Na crise religiosa e confusão de doutrina onde o mundo atual está imerso. Às vezes os que procur ...
 
Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading