Loading
 
 
 
Loading
 
Bispo inglês propõem conservar os templos abertos por mais tempo
Loading
 
23 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Portsmouth - Inglaterra (Terça-feira, 23-01-2018, Gaudium Press) O Bispo de Portsmouth, Inglaterra, escreveu um artigo de opinião para o jornal britânico 'The Catholic Herald', no qual ele defendeu um tempo mais longo de abertura dos templos católicos para promover a oração dos fiéis. Tendo em conta as prevenções devidas em matéria de segurança e os limites normais que impõem horários de fechamento para os lugares de culto, o prelado pediu para refletir sobre permitir um melhor acesso ao "maior tesouro de todos, Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento".

Bispo inglês propõem conservar os templos abertos por mais tempo.jpg

O Bispo recordou que a oração diária era parte dos costumes que seu pai inculcava nele durante sua infância, quando geralmente passava pelo templo no caminho de casa. "Graças a Deus que a igreja estava sempre aberta!", celebrou o prelado. "Porque desta maneira, meu pai me ensinou um hábito que mais tarde seria de grande ajuda quando era um adolescente: visitar a Jesus no Santíssimo Sacramento, especialmente quando precisava ou na tristeza ou quando algo de bom havia acontecido".

"Foi ali na penumbra, com a lâmpada vermelha do santuário piscando na distância, que eu tive minhas primeiras experiências religiosas, experiências que me levaram a uma amizade mais profunda com o Senhor em oração e um dia a compreensão de que estava sendo chamado para o sacerdócio", recordou Dom Egan. Já como sacerdote, tratou de manter o templo aberto durante todo o dia, solicitando o apoio dos leigos para esse propósito. "Lamentavelmente, no entanto, nos últimos tempos, muitas igrejas paroquiais estão trancadas".

Por esta razão, o Bispo desenvolve uma campanha em sua Diocese para encorajar os sacerdotes a abrirem as portas de seus templos de forma diurna, com as devidas precauções para não dar oportunidade aos criminosos. "Inclusive se houver momentos em que uma igreja deva ser fechada, seria útil haver um cartaz perto da porta indicando os horários de abertura", propôs o prelado, que recordou que as asseguradoras diocesanas reconhecem o caráter dos lugares de culto e apoiam os riscos associados a uma maior acessibilidade aos templos sem um custo extra ao que as paróquias já estão pagando.

Como contraste, Dom Egan descreveu que os templos históricos e outras confissões estão abertos durante todo o dia, ainda quando conservam em seu interior elementos de grande valor material. "Tenho medo que a razão pela qual muitas de nossas igrejas estão fechadas é por apatia ou por uma 'mentalidade de manutenção'", advertiu o Bispo. "Se fôssemos autênticos sobre a missão e o desejo de evangelizar, então reconheceríamos que nossas igrejas são veículos de grande importância para a evangelização, especialmente para qualquer um de qualquer Fé, que pratique ou não, que deseja um momento de reflexão silenciosa, que diga uma oração em um momento de angústia ou necessidade, para buscar informações sobre a Fé Católica ou para aproximar-se do Senhor ".

"Temos em nossas igrejas o maior tesouro de todos, Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento. Por que mantê-lo afastado de seu povo? Na verdade, me atrevo a dizer que não temos o direito de fazer isto", concluiu. (EPC)

Loading
Bispo inglês propõem conservar os templos abertos por mais tempo

Portsmouth - Inglaterra (Terça-feira, 23-01-2018, Gaudium Press) O Bispo de Portsmouth, Inglaterra, escreveu um artigo de opinião para o jornal britânico 'The Catholic Herald', no qual ele defendeu um tempo mais longo de abertura dos templos católicos para promover a oração dos fiéis. Tendo em conta as prevenções devidas em matéria de segurança e os limites normais que impõem horários de fechamento para os lugares de culto, o prelado pediu para refletir sobre permitir um melhor acesso ao "maior tesouro de todos, Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento".

Bispo inglês propõem conservar os templos abertos por mais tempo.jpg

O Bispo recordou que a oração diária era parte dos costumes que seu pai inculcava nele durante sua infância, quando geralmente passava pelo templo no caminho de casa. "Graças a Deus que a igreja estava sempre aberta!", celebrou o prelado. "Porque desta maneira, meu pai me ensinou um hábito que mais tarde seria de grande ajuda quando era um adolescente: visitar a Jesus no Santíssimo Sacramento, especialmente quando precisava ou na tristeza ou quando algo de bom havia acontecido".

"Foi ali na penumbra, com a lâmpada vermelha do santuário piscando na distância, que eu tive minhas primeiras experiências religiosas, experiências que me levaram a uma amizade mais profunda com o Senhor em oração e um dia a compreensão de que estava sendo chamado para o sacerdócio", recordou Dom Egan. Já como sacerdote, tratou de manter o templo aberto durante todo o dia, solicitando o apoio dos leigos para esse propósito. "Lamentavelmente, no entanto, nos últimos tempos, muitas igrejas paroquiais estão trancadas".

Por esta razão, o Bispo desenvolve uma campanha em sua Diocese para encorajar os sacerdotes a abrirem as portas de seus templos de forma diurna, com as devidas precauções para não dar oportunidade aos criminosos. "Inclusive se houver momentos em que uma igreja deva ser fechada, seria útil haver um cartaz perto da porta indicando os horários de abertura", propôs o prelado, que recordou que as asseguradoras diocesanas reconhecem o caráter dos lugares de culto e apoiam os riscos associados a uma maior acessibilidade aos templos sem um custo extra ao que as paróquias já estão pagando.

Como contraste, Dom Egan descreveu que os templos históricos e outras confissões estão abertos durante todo o dia, ainda quando conservam em seu interior elementos de grande valor material. "Tenho medo que a razão pela qual muitas de nossas igrejas estão fechadas é por apatia ou por uma 'mentalidade de manutenção'", advertiu o Bispo. "Se fôssemos autênticos sobre a missão e o desejo de evangelizar, então reconheceríamos que nossas igrejas são veículos de grande importância para a evangelização, especialmente para qualquer um de qualquer Fé, que pratique ou não, que deseja um momento de reflexão silenciosa, que diga uma oração em um momento de angústia ou necessidade, para buscar informações sobre a Fé Católica ou para aproximar-se do Senhor ".

"Temos em nossas igrejas o maior tesouro de todos, Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento. Por que mantê-lo afastado de seu povo? Na verdade, me atrevo a dizer que não temos o direito de fazer isto", concluiu. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92670-Bispo-ingles-propoem-conservar-os-templos-abertos-por-mais-tempo. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A norma muda a política atual, que requeria informar à Igreja sobre a intenção dos aspirantes co ...
 
Os símbolos da JMJ permanecerão na Venezuela até o dia 20 de novembro. ...
 
Dom Arturo Fajardo, Bispo de San José de Mayo foi eleito como presidente da Conferência Episcopal ...
 
O Cardeal Parolin foi enviado pelo do Papa às celebrações da Igreja no Mali. ...
 
A celebração aconteceu na Igreja São João Batista, no bairro Santa Maria das Vassouras. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading