Loading
 
 
 
Loading
 
CNBB disponibiliza subsídio para a Jornada Diocesana da Juventude de 2018
Loading
 
26 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Sexta-feira, 26-01-2018, Gaudium Press) O subsídio para a Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) de 2018, com o tema "Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus" (Lc 1, 30), já está disponível por meio do site www.jovensconectados.org.br.

CNBB disponibiliza subsídio para a Jornada Diocesana da Juventude de 2018.png

O DNJ é a celebração juvenil em nível diocesano que inicia a trajetória até o Dia Nacional da Juventude, datado para outubro.

A Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB orienta que o início da caminhada seja um momento diocesano, iniciando no Domingo de Ramos e terminando em outubro, levando o jovem a acolher Jesus, com sua mensagem.

Realizada em todo o mundo, as JDJ são uma espécie de Jornada Mundial da Juventude em nível de Igreja local. A iniciativa surgiu em 1985 com a criação da JMJ, naquele ano proclamado pela Organização das Nações Unidas como Ano internacional da Juventude.

O objetivo é "fazer a pessoa de Jesus o centro da fé e da vida de cada jovem para que Ele possa ser seu ponto de referência constante e também a inspiração para cada iniciativa e compromisso para a educação das novas gerações".

A convocação e definição da temática para a Jornada é feita pelo papa. Para o triênio 2017-2019, Francisco propôs um itinerário mariano e em continuidade com as reflexões sobre as Bem-aventuranças, sendo o foco na Virgem Maria, narrada pelo Evangelho de Lucas: Maria é a Bem-Aventurada.

Ao tema mariano, soma-se a indicação de um caminho espiritual para que os jovens façam em cada ano as reflexões com os olhares para o passado, presente e o futuro. "No ano passado ele pediu para os jovens refletirem o tema mariano, caminhando olhando para o passado, agradecendo a história do povo de Deus os santos e santas da Igreja", explicou o assessor da Comissão para a Juventude da CNBB, Padre Antônio Ramos do Prado.

"Esse ano de 2018 ele convida a caminhar olhando para o presente: quem são as pessoas que compõem a Igreja hoje, quais são os santos de hoje, qual é a proposta da Igreja hoje para o mundo juvenil. E o ano que vem ele vai falar para caminhar olhando para o futuro, que vai ser a Jornada Mundial da Juventude, no Panamá, com a mesma temática mariana", resume.

Ainda conforme o assessor da Comissão para a Juventude, a proposta do material preparado para auxiliar na realização da JDJ nas Igrejas particulares é que os jovens não tenham medo de seguir Jesus Cristo.

CNBB disponibiliza subsídio para a Jornada Diocesana da Juventude de 2018 (2).pngA partir do tema deste ano, é dado aos jovens o convite para não terem medo de ser cristão, de dizer porque segue Jesus Cristo, "que não tenham medo de participar da vida eclesial, de testemunhar Jesus Cristo no ambiente de trabalho, onde quer que eles estejam, porque, à medida que eles vão realmente testemunhando Jesus Cristo, eles vão encontrar graça diante de Deus, que é a mesma proposta feita a Maria".

A Comissão para a Juventude da CNBB sugere que os grupos juvenis estruturem suas celebrações a partir de um itinerário com passos a cada período do ano.

Sendo assim, em janeiro deve ser iniciada a preparação para a JDJ, acessando o subsídio no site Jovens Conectados. No mês de fevereiro, será lançada a carta do papa para a JDJ, outro material importante para as reflexões e celebrações.

A celebração da JDJ deve acontecer no Domingo de Ramos ou em outra data mais adequada para a diocese, de preferência até o final do tempo pascal ou ainda no primeiro semestre.

Entre abril e maio, é considerado o tempo de motivar as expressões a estudar o caderno da Campanha da Fraternidade na perspectiva juvenil. Nos meses seguintes, acontecerá um mapeamento da situação da juventude, com relação ao tema proposto e à CF.

Já entre agosto e setembro, ocorre o lançamento do subsídio do DNJ para ser trabalhado nos grupos de jovens, comunidades e dioceses. Em outubro, serão feitas as visitas missionárias na comunidade, na perspectiva do assunto trabalhado durante todo o ano.

Até o mês de novembro é sugerida a celebração do DNJ, um dia de festa da juventude com debate da temática proposta. Nesta data, ressalta-se a mobilização juvenil e a construção de espaços de participação para pensar uma nova sociedade. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
CNBB disponibiliza subsídio para a Jornada Diocesana da Juventude de 2018

Redação (Sexta-feira, 26-01-2018, Gaudium Press) O subsídio para a Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) de 2018, com o tema "Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus" (Lc 1, 30), já está disponível por meio do site www.jovensconectados.org.br.

CNBB disponibiliza subsídio para a Jornada Diocesana da Juventude de 2018.png

O DNJ é a celebração juvenil em nível diocesano que inicia a trajetória até o Dia Nacional da Juventude, datado para outubro.

A Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB orienta que o início da caminhada seja um momento diocesano, iniciando no Domingo de Ramos e terminando em outubro, levando o jovem a acolher Jesus, com sua mensagem.

Realizada em todo o mundo, as JDJ são uma espécie de Jornada Mundial da Juventude em nível de Igreja local. A iniciativa surgiu em 1985 com a criação da JMJ, naquele ano proclamado pela Organização das Nações Unidas como Ano internacional da Juventude.

O objetivo é "fazer a pessoa de Jesus o centro da fé e da vida de cada jovem para que Ele possa ser seu ponto de referência constante e também a inspiração para cada iniciativa e compromisso para a educação das novas gerações".

A convocação e definição da temática para a Jornada é feita pelo papa. Para o triênio 2017-2019, Francisco propôs um itinerário mariano e em continuidade com as reflexões sobre as Bem-aventuranças, sendo o foco na Virgem Maria, narrada pelo Evangelho de Lucas: Maria é a Bem-Aventurada.

Ao tema mariano, soma-se a indicação de um caminho espiritual para que os jovens façam em cada ano as reflexões com os olhares para o passado, presente e o futuro. "No ano passado ele pediu para os jovens refletirem o tema mariano, caminhando olhando para o passado, agradecendo a história do povo de Deus os santos e santas da Igreja", explicou o assessor da Comissão para a Juventude da CNBB, Padre Antônio Ramos do Prado.

"Esse ano de 2018 ele convida a caminhar olhando para o presente: quem são as pessoas que compõem a Igreja hoje, quais são os santos de hoje, qual é a proposta da Igreja hoje para o mundo juvenil. E o ano que vem ele vai falar para caminhar olhando para o futuro, que vai ser a Jornada Mundial da Juventude, no Panamá, com a mesma temática mariana", resume.

Ainda conforme o assessor da Comissão para a Juventude, a proposta do material preparado para auxiliar na realização da JDJ nas Igrejas particulares é que os jovens não tenham medo de seguir Jesus Cristo.

CNBB disponibiliza subsídio para a Jornada Diocesana da Juventude de 2018 (2).pngA partir do tema deste ano, é dado aos jovens o convite para não terem medo de ser cristão, de dizer porque segue Jesus Cristo, "que não tenham medo de participar da vida eclesial, de testemunhar Jesus Cristo no ambiente de trabalho, onde quer que eles estejam, porque, à medida que eles vão realmente testemunhando Jesus Cristo, eles vão encontrar graça diante de Deus, que é a mesma proposta feita a Maria".

A Comissão para a Juventude da CNBB sugere que os grupos juvenis estruturem suas celebrações a partir de um itinerário com passos a cada período do ano.

Sendo assim, em janeiro deve ser iniciada a preparação para a JDJ, acessando o subsídio no site Jovens Conectados. No mês de fevereiro, será lançada a carta do papa para a JDJ, outro material importante para as reflexões e celebrações.

A celebração da JDJ deve acontecer no Domingo de Ramos ou em outra data mais adequada para a diocese, de preferência até o final do tempo pascal ou ainda no primeiro semestre.

Entre abril e maio, é considerado o tempo de motivar as expressões a estudar o caderno da Campanha da Fraternidade na perspectiva juvenil. Nos meses seguintes, acontecerá um mapeamento da situação da juventude, com relação ao tema proposto e à CF.

Já entre agosto e setembro, ocorre o lançamento do subsídio do DNJ para ser trabalhado nos grupos de jovens, comunidades e dioceses. Em outubro, serão feitas as visitas missionárias na comunidade, na perspectiva do assunto trabalhado durante todo o ano.

Até o mês de novembro é sugerida a celebração do DNJ, um dia de festa da juventude com debate da temática proposta. Nesta data, ressalta-se a mobilização juvenil e a construção de espaços de participação para pensar uma nova sociedade. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92743-CNBB-disponibiliza-subsidio-para-a-Jornada-Diocesana-da-Juventude-de-2018. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A proposta da iniciativa é contribuir para preservar a arte-sacra e outros patrimônios histórico- ...
 
A solenidade contou com a presença do Arcebispo Dom Antonio Muniz, além de autoridades civis e ecl ...
 
O intuito do mês missionário é sensibilizar e despertar vocações missionárias. ...
 
Na missa na Casa Santa Marta, o Papa recorda a sedução do escândalo e o poder destrutivo da comun ...
 
A abundância de candidatos ao sacerdócio é tão grande que muitos tem que esperar devido a falta ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading