Loading
 
 
 
Loading
 
“A vida consagrada é a confissão do Deus Trinitário que é amor”, diz Arcebispo de Compostela
Loading
 
30 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Espanha - Compostela (Terça-feira, 30-01-2018, Gaudium Press) Por ocasião da Jornada Mundial da Vida Consagrada, que a Igreja comemorará no dia 02 de fevereiro, o Arcebispo de Santiago de Compostela, Dom Julián Barrio, dirigiu uma Carta Pastoral aos membros de vida consagrada unindo-se em oração e convidando-lhes a crescer a cada dia na vocação. "A Vida Consagrada, encontro com o amor de Deus", é o lema da Jornada.

A vida consagrada é a confissão do Deus Trinitário que é amor?, diz Arcebispo de Compostela.jpg

Ao iniciar a carta, o prelado escreve: "A Jornada Mundial da Vida Consagrada nos convida a todos os diocesanos a dar graças por este dom de Deus à Igreja com a qual nos vemos enriquecidos através de vossos carismas, sabendo que não é fruto do vosso voluntariado mas que é graça de Deus. Nos ajuda também a conhecer-nos melhor e a querê-los pelo que sois e significais na comunidade eclesial. E vos recorda que dia a dia estais chamados a cantar as maravilhas que o Senhor realiza em sua vida como o fez Nossa Senhora no Magnificat".

Dom Barrio também diz que proclamar a grandeza de Deus suscita a alegria em Deus nosso Salvador, "sentindo com humildade a urgência de conformar vosso carisma com Cristo e não com as possibilidades de interesse ou de aceitação que tenham os interlocutores de cada momento. Assim rejuvenescereis o mundo, dando mais do que recebeis, caso contrário começarás a perder vossa identidade".

Sobre o lema da jornada, o Arcebispo recorda aos consagrados que o amor de Deus deve ser aquele que "nos move em todas as circunstâncias"; um amor "desinteressado, gratuito, transbordante, que entrega a vida".

Fazendo eco às palavras do Papa Francisco, que na Exortação Apostólica 'Evangelii Gaudium' convidou a cada cristão a renovar seu encontro pessoal com Jesus Cristo, "ou ao menos tomar a decisão de deixar-se encontrar por Ele", Dom Barrio disse que são palavras que calam de maneira especial na Vida Consagrada, "comprometida mais radicalmente no seguimento de Cristo através da pobreza, da obediência e castidade", o que nos leva a olhar para ele, "mas sobretudo a deixar-nos olhar por Ele, luz plena do amor com que Deus nos ama e se reflete em sua entrega gratuita e generosa para que tenhamos vida e a tenhamos em abundância".

O Arcebispo de Santiago de Compostela conclui a Carta Pastoral enfatizando que "a Vida Consagrada é a confissão do Deus Trinitário que é amor, testemunho inestimável na Igreja e em nossa sociedade, e que nos ajuda a abrir-nos a uma plenitude que vai além da nossa história e que se encontra na comunhão eterna com Deus".

A Jornada Mundial da Vida Consagrada, que foi celebrada pela primeira vez em 02 de fevereiro de 1997, é uma ocasião propícia para valorizar o testemunho daqueles que decidiram seguir a Cristo e servir a sua Igreja através da prática dos conselhos evangélicos; acompanhando-os e fortalecendo-lhes a partir da oração e promovendo esta opção vocacional.

Do mesmo modo, é uma oportunidade para que os membros da vida consagrada renovem seu compromisso no serviço de Deus e de sua Igreja. (EPC)

Loading
“A vida consagrada é a confissão do Deus Trinitário que é amor”, diz Arcebispo de Compostela

Espanha - Compostela (Terça-feira, 30-01-2018, Gaudium Press) Por ocasião da Jornada Mundial da Vida Consagrada, que a Igreja comemorará no dia 02 de fevereiro, o Arcebispo de Santiago de Compostela, Dom Julián Barrio, dirigiu uma Carta Pastoral aos membros de vida consagrada unindo-se em oração e convidando-lhes a crescer a cada dia na vocação. "A Vida Consagrada, encontro com o amor de Deus", é o lema da Jornada.

A vida consagrada é a confissão do Deus Trinitário que é amor?, diz Arcebispo de Compostela.jpg

Ao iniciar a carta, o prelado escreve: "A Jornada Mundial da Vida Consagrada nos convida a todos os diocesanos a dar graças por este dom de Deus à Igreja com a qual nos vemos enriquecidos através de vossos carismas, sabendo que não é fruto do vosso voluntariado mas que é graça de Deus. Nos ajuda também a conhecer-nos melhor e a querê-los pelo que sois e significais na comunidade eclesial. E vos recorda que dia a dia estais chamados a cantar as maravilhas que o Senhor realiza em sua vida como o fez Nossa Senhora no Magnificat".

Dom Barrio também diz que proclamar a grandeza de Deus suscita a alegria em Deus nosso Salvador, "sentindo com humildade a urgência de conformar vosso carisma com Cristo e não com as possibilidades de interesse ou de aceitação que tenham os interlocutores de cada momento. Assim rejuvenescereis o mundo, dando mais do que recebeis, caso contrário começarás a perder vossa identidade".

Sobre o lema da jornada, o Arcebispo recorda aos consagrados que o amor de Deus deve ser aquele que "nos move em todas as circunstâncias"; um amor "desinteressado, gratuito, transbordante, que entrega a vida".

Fazendo eco às palavras do Papa Francisco, que na Exortação Apostólica 'Evangelii Gaudium' convidou a cada cristão a renovar seu encontro pessoal com Jesus Cristo, "ou ao menos tomar a decisão de deixar-se encontrar por Ele", Dom Barrio disse que são palavras que calam de maneira especial na Vida Consagrada, "comprometida mais radicalmente no seguimento de Cristo através da pobreza, da obediência e castidade", o que nos leva a olhar para ele, "mas sobretudo a deixar-nos olhar por Ele, luz plena do amor com que Deus nos ama e se reflete em sua entrega gratuita e generosa para que tenhamos vida e a tenhamos em abundância".

O Arcebispo de Santiago de Compostela conclui a Carta Pastoral enfatizando que "a Vida Consagrada é a confissão do Deus Trinitário que é amor, testemunho inestimável na Igreja e em nossa sociedade, e que nos ajuda a abrir-nos a uma plenitude que vai além da nossa história e que se encontra na comunhão eterna com Deus".

A Jornada Mundial da Vida Consagrada, que foi celebrada pela primeira vez em 02 de fevereiro de 1997, é uma ocasião propícia para valorizar o testemunho daqueles que decidiram seguir a Cristo e servir a sua Igreja através da prática dos conselhos evangélicos; acompanhando-os e fortalecendo-lhes a partir da oração e promovendo esta opção vocacional.

Do mesmo modo, é uma oportunidade para que os membros da vida consagrada renovem seu compromisso no serviço de Deus e de sua Igreja. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O anúncio foi realizado durante Missa presidida pelo Núncio Apostólico no Uruguai, Dom Martin Kre ...
 
"Nós confiamos: Deus tem um plano para Emma". Estaremos juntos na eternidade. ...
 
Ricardo Henry Marques Dip é desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo desde janeiro de 20 ...
 
O evento desembarca em solo tocantinense pela segunda vez inspirado no tema “Uma jovem chamada Mar ...
 
"Semana dos Seminários" realça responsabilidade das famílias na formação dos seminaristas. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading