Loading
 
 
 
Loading
 
Guias de peregrinos... mas que não peregrinam, alerta pregador do Retiro do Papa
Loading
 
22 de Fevereiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 22-02-2018, Gaudium Press) "O grande obstáculo para a vida de Deus dentro de nós não é a fragilidade ou a fraqueza, mas a dureza e a rigidez. Não é a vulnerabilidade e a humilhação, mas seu contrário: o orgulho, a autossuficiência, a auto justificação, o isolamento, a violência, o delírio de poder", a afirmação é do sacerdote português Pe. José Tolentino de Mendonça na sétima das meditações, do Retiro Espiritual de Quaresma, que ele está pregando para o Papa Francisco e seus colaboradores da Cúria Romana na Casa Divino Mestre de Ariccia, nas proximidades de Roma.
Iniciado no domingo, o Retiro da Quaresma prosseguirá até a próxima sexta-feira, 23/02.

22-02-2018,Guias de peregrinos... que não peregrinam, alerta pregador do Retiro do Papa.JPG

Beber da própria sede

"Jamais é positivo que a Igreja fique falando sozinha, ou que se isole numa torre de marfim. Ela é mestra, mas é também discípula, também aprendiz e em busca da verdade", foi outra afirmação do pregador dos Exercícios Espirituais da Quaresma que, nessa sétima meditação (quarta-feira, 21/02) a-feira (21/02), tinha como título: "Beber da própria sede".

Guias de peregrinos... mas que não peregrinam

Padre Tolentino desenvolveu a meditação em vários pontos e, logo na introdução, ele advertiu que com grande facilidade nós nos tornamos defensores do sagrado, ao invés de sermos pessoas em busca do sagrado. Agimos como administradores, ao invés de considerar-nos exploradores, interrogantes e apaixonados.

O pregador português recordou que nossa fé cristã é uma experiência de nomadismo, de itinerância e que há cientistas que estão lançando o alarme: a doença do Séc. XXI será o sedentarismo. E, em seguida, perguntou a seus ouvintes se o sedentarismo não seria também uma doença espiritual. Pois, quase sem dar-nos conta, tornamo-nos guias de peregrinos, mas não mais peregrinamos:

" Temos sempre a caridade na boca, mas de há muito perdemos o sentido da gratuidade e da oblação."

Deixa a tua terra...

Aquela palavra inicial que Deus diz a Abraão -"Deixa a tua terra, a tua parentela e a casa de teu pai rumo à terra que te indicarei"- é a mesma que Ele diz à Igreja do nosso tempo e a cada um de nós, disse o pregador:

"O lugar preferencial em que a fé se inscreve é existir-em-construção", afirmou o Padre Tolentino que, em seguida, deu continuidade a seu pensamento: para que isso seja possível devemos aprender a beber da nossa sede. Isto é, "devemos ousar valorizá-la mais espiritualmente".

Acolher no vazio a voz de Deus

Uma das ameaças que mais desafiou o Povo de Deus em sua caminhada rumo à Terra Prometida foi precisamente a sede, lembrou ele.

Mesmo quando experimentamos a vida como um vazio, acrescentou, o grande desafio é acolher nele a voz de Deus. (JSG)

 

Loading
Guias de peregrinos... mas que não peregrinam, alerta pregador do Retiro do Papa

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 22-02-2018, Gaudium Press) "O grande obstáculo para a vida de Deus dentro de nós não é a fragilidade ou a fraqueza, mas a dureza e a rigidez. Não é a vulnerabilidade e a humilhação, mas seu contrário: o orgulho, a autossuficiência, a auto justificação, o isolamento, a violência, o delírio de poder", a afirmação é do sacerdote português Pe. José Tolentino de Mendonça na sétima das meditações, do Retiro Espiritual de Quaresma, que ele está pregando para o Papa Francisco e seus colaboradores da Cúria Romana na Casa Divino Mestre de Ariccia, nas proximidades de Roma.
Iniciado no domingo, o Retiro da Quaresma prosseguirá até a próxima sexta-feira, 23/02.

22-02-2018,Guias de peregrinos... que não peregrinam, alerta pregador do Retiro do Papa.JPG

Beber da própria sede

"Jamais é positivo que a Igreja fique falando sozinha, ou que se isole numa torre de marfim. Ela é mestra, mas é também discípula, também aprendiz e em busca da verdade", foi outra afirmação do pregador dos Exercícios Espirituais da Quaresma que, nessa sétima meditação (quarta-feira, 21/02) a-feira (21/02), tinha como título: "Beber da própria sede".

Guias de peregrinos... mas que não peregrinam

Padre Tolentino desenvolveu a meditação em vários pontos e, logo na introdução, ele advertiu que com grande facilidade nós nos tornamos defensores do sagrado, ao invés de sermos pessoas em busca do sagrado. Agimos como administradores, ao invés de considerar-nos exploradores, interrogantes e apaixonados.

O pregador português recordou que nossa fé cristã é uma experiência de nomadismo, de itinerância e que há cientistas que estão lançando o alarme: a doença do Séc. XXI será o sedentarismo. E, em seguida, perguntou a seus ouvintes se o sedentarismo não seria também uma doença espiritual. Pois, quase sem dar-nos conta, tornamo-nos guias de peregrinos, mas não mais peregrinamos:

" Temos sempre a caridade na boca, mas de há muito perdemos o sentido da gratuidade e da oblação."

Deixa a tua terra...

Aquela palavra inicial que Deus diz a Abraão -"Deixa a tua terra, a tua parentela e a casa de teu pai rumo à terra que te indicarei"- é a mesma que Ele diz à Igreja do nosso tempo e a cada um de nós, disse o pregador:

"O lugar preferencial em que a fé se inscreve é existir-em-construção", afirmou o Padre Tolentino que, em seguida, deu continuidade a seu pensamento: para que isso seja possível devemos aprender a beber da nossa sede. Isto é, "devemos ousar valorizá-la mais espiritualmente".

Acolher no vazio a voz de Deus

Uma das ameaças que mais desafiou o Povo de Deus em sua caminhada rumo à Terra Prometida foi precisamente a sede, lembrou ele.

Mesmo quando experimentamos a vida como um vazio, acrescentou, o grande desafio é acolher nele a voz de Deus. (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/93300-Guias-de-peregrinos----mas-que-nao-peregrinam--alerta-pregador-do-Retiro-do-Papa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A cerimônia foi presidida pelo vigário-geral da Arquidiocese de Braga e presidente da Confraria do ...
 
A igreja está consagrada à Nossa Senhora do Bom Conselho, cumprindo desta maneira um voto feito pe ...
 
Para Francisco, estes vícios são a vergonha da vida pública e colocam em perigo a paz social. ...
 
Esta foi a primeira glória de São José, a especial bem-aventurança de ter sido rejeitado no mome ...
 
O Papa Francisco completa nesse 17 de dezembro, 82 anos de vida. Uma trajetória de estudos e trabal ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading