Loading
 
 
 
Loading
 
Patriarcado Latino de Jerusalém celebra memória da Coroação de Espinhos
Loading
 
22 de Fevereiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Jerusalém - Israel (Quinta-feira, 22-02-2018, Gaudium Press) No dia 16 de fevereiro, primeira sexta-feira da Quaresma, o Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém, Dom Pierbattista Pizzaballa, presidiu a celebração da Coroação de Espinhos na Basílica do Ecce Homo, na Cidade Velha de Jerusalém. Para a celebração foram preparados materiais litúrgicos em árabe, inglês e francês pelas Irmãs de Sion e a Comunidade Chemin Neuf.

Patriarcado Latino de Jerusalém celebra memória da Coroação de Espinhos.jpg
"Como todos os anos, já se tornou uma longa tradição, os católicos da Cidade Velha foram recordados nesta primeira sexta-feira da Quaresma do momento em que Cristo foi objeto de provocações e despojado de suas vestes para ser posteriormente coroado com ramos trançados com espinhos. Um evento triste, mas sobretudo que demonstra o amor absoluto do Redentor", descreveu o Patriarcado Latino. A celebração contou com a participação de centenas de fiéis, particularmente das comunidades anglófona e francófona.

Dom Pizzaballa destacou em sua homilia a participação da multidão neste suplício ao Filho de Deus, que com seus gritos frustrou as débeis tentativas de Pôncio Pilatos de libertar Jesus Cristo. "E nós, o que fazemos hoje? Estamos sempre prontos para escolher a Cristo?", questionou o Administrador Apostólico.

A Basílica de Ecce Homo foi edificada no século XIX no lugar que corresponde segundo a tradição com o julgamento de Jesus Cristo por parte de Pilatos, onde foi apresentado ao povo depois de sofrer a tortura da flagelação a fim de apaziguar a ira daqueles que pediam sua morte. O templo faz parte de um complexo no qual uma escola e um orfanato foram fundados pelas Irmãs de Nossa Senhora de Sion. Atualmente conta com um refúgio para peregrinos e ciclos de formação bíblica. (EPC)

Loading
Patriarcado Latino de Jerusalém celebra memória da Coroação de Espinhos

Jerusalém - Israel (Quinta-feira, 22-02-2018, Gaudium Press) No dia 16 de fevereiro, primeira sexta-feira da Quaresma, o Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém, Dom Pierbattista Pizzaballa, presidiu a celebração da Coroação de Espinhos na Basílica do Ecce Homo, na Cidade Velha de Jerusalém. Para a celebração foram preparados materiais litúrgicos em árabe, inglês e francês pelas Irmãs de Sion e a Comunidade Chemin Neuf.

Patriarcado Latino de Jerusalém celebra memória da Coroação de Espinhos.jpg
"Como todos os anos, já se tornou uma longa tradição, os católicos da Cidade Velha foram recordados nesta primeira sexta-feira da Quaresma do momento em que Cristo foi objeto de provocações e despojado de suas vestes para ser posteriormente coroado com ramos trançados com espinhos. Um evento triste, mas sobretudo que demonstra o amor absoluto do Redentor", descreveu o Patriarcado Latino. A celebração contou com a participação de centenas de fiéis, particularmente das comunidades anglófona e francófona.

Dom Pizzaballa destacou em sua homilia a participação da multidão neste suplício ao Filho de Deus, que com seus gritos frustrou as débeis tentativas de Pôncio Pilatos de libertar Jesus Cristo. "E nós, o que fazemos hoje? Estamos sempre prontos para escolher a Cristo?", questionou o Administrador Apostólico.

A Basílica de Ecce Homo foi edificada no século XIX no lugar que corresponde segundo a tradição com o julgamento de Jesus Cristo por parte de Pilatos, onde foi apresentado ao povo depois de sofrer a tortura da flagelação a fim de apaziguar a ira daqueles que pediam sua morte. O templo faz parte de um complexo no qual uma escola e um orfanato foram fundados pelas Irmãs de Nossa Senhora de Sion. Atualmente conta com um refúgio para peregrinos e ciclos de formação bíblica. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/93319-Patriarcado-Latino-de-Jerusalem-celebra-memoria-da-Coroacao-de-Espinhos. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Há 200 anos Padre Norbert Provencher e seus companheiros missionários chegaram à atual arquidioce ...
 
O último ato do CAM – V foi a Missa de envio missionário e um Dia Missionário nas paróquias. ...
 
Maria vestiu Jesus, desde o seu nascimento, como esmerada e devotada Mãe. Assim, Ela nos quer reves ...
 
“O discípulo missionário tem antes de tudo o seu centro de referência, que é a pessoa de Jesus ...
 
Dom Paulo Mendes Peixoto cita Jesus Cristo, que se apresentou como mestre para construir uma realida ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading