Loading
 
 
 
Loading
 
Ordenação Episcopal de novo Bispo da Austrália é considerada a maior de toda história do país
Loading
 
26 de Fevereiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Austrália - Wollongong (Segunda-feira, 26-02-2018, Gaudium Press) A Arquidiocese de Sydney, Austrália, informou que a ordenação episcopal de Dom Brian Mascord como o quinto Bispo de Wollongong pode ser considerada como uma das maiores ordenações episcopais da história da Austrália, ao ter convocado mais de 4.500 fiéis, além do Núncio Apostólico na Austrália, Dom Adolfo Tito Yllana, 34 Bispos e 113 sacerdotes.

Ordenação Episcopal de novo Bispo da Austrália é considerada a maior de toda história do país.jpg

"A vida pode apresentar muitos desafios, às vezes podem parecer quase insuperáveis. Quando o Núncio Apostólico me telefonou no final de novembro, a convite do Santo Padre, o Papa Francisco, para ser o Bispo de Wollongong, tudo parecia totalmente insuperável", relatou aos assistentes o novo Bispo. "Mas, aqui estou, oprimido, nervoso, mas aberto ao que o Senhor tem reservado para mim e para todos nós. Sou muito consciente da incrível confiança que o Papa Francisco agora coloca em mim".

O principal consagrado do novo Bispo foi o Arcebispo de Sydney, Dom Anthony Fisher, e os co-consagradores foram o Bispo emérito da Diocese de Wollongong, Dom Peter Ingham e o Bispo de Maitland - Newcastle, Dom William Wright. Além dos prelados que acompanharam a cerimônia e numerosos sacerdotes, assistiram representantes de mais de 40 escolas católicas, funcionários das várias instituições e agências católicas, assim como líderes e representantes da sociedade civil e mais de 700 convidados da família e amigos de Dom Mascord.

Em sua homilia, o Arcebispo de Sydney recordou as palavras de Santo Agostinho: "Se como Bispo me sinto atirado no mar aberto, como cristão me encontro a salvo", que falam da grande responsabilidade que tem os Bispos no cuidado de seus fiéis. "Esperamos que o nosso Bispo eleito seja um bom homem e um bom cristão antes que qualquer outra coisa, para modelar para nós a Fé, a esperança, a caridade e as demais virtudes. Felizmente, por conta própria, (o Bispo) Brian foi cercado desde a infância por pessoas 'tremendas', como sua avó e seus amados pais, que lhe mostraram como reconhecer e responder a Deus na vida cotidiana, expressando a Fé de forma prática no serviço".

"Algumas semanas antes de que te nomeassem Bispo, te conheci no Santo Sepulcro de Jerusalém, enquanto guiavas um grupo de peregrinos seguindo os passos de Jesus. Te comoveu profundamente, como a mim, celebrar a Missa na mesma laje sobre a qual Cristo morto, foi deitado e da qual se levantou para nossa salvação", recordou Dom Fischer. Assim como sua peregrinação ao longo de toda vida leva-o agora para Wollongong, em certo sentido deve manter seu coração fixo nesse sepulcro. Porque no final, a Igreja não está construída pelos fiéis, o clero, inclusive os sucessores dos apóstolos. Não, é o Cristo quem edifica a Igreja e sua Igreja, não a nossa, que se reconstrói dia a dia. Nela nos unimos a Pedro para professar-lhe: "Você é o Cristo". Filho de Deus vivo!". (EPC)

Loading
Ordenação Episcopal de novo Bispo da Austrália é considerada a maior de toda história do país

Austrália - Wollongong (Segunda-feira, 26-02-2018, Gaudium Press) A Arquidiocese de Sydney, Austrália, informou que a ordenação episcopal de Dom Brian Mascord como o quinto Bispo de Wollongong pode ser considerada como uma das maiores ordenações episcopais da história da Austrália, ao ter convocado mais de 4.500 fiéis, além do Núncio Apostólico na Austrália, Dom Adolfo Tito Yllana, 34 Bispos e 113 sacerdotes.

Ordenação Episcopal de novo Bispo da Austrália é considerada a maior de toda história do país.jpg

"A vida pode apresentar muitos desafios, às vezes podem parecer quase insuperáveis. Quando o Núncio Apostólico me telefonou no final de novembro, a convite do Santo Padre, o Papa Francisco, para ser o Bispo de Wollongong, tudo parecia totalmente insuperável", relatou aos assistentes o novo Bispo. "Mas, aqui estou, oprimido, nervoso, mas aberto ao que o Senhor tem reservado para mim e para todos nós. Sou muito consciente da incrível confiança que o Papa Francisco agora coloca em mim".

O principal consagrado do novo Bispo foi o Arcebispo de Sydney, Dom Anthony Fisher, e os co-consagradores foram o Bispo emérito da Diocese de Wollongong, Dom Peter Ingham e o Bispo de Maitland - Newcastle, Dom William Wright. Além dos prelados que acompanharam a cerimônia e numerosos sacerdotes, assistiram representantes de mais de 40 escolas católicas, funcionários das várias instituições e agências católicas, assim como líderes e representantes da sociedade civil e mais de 700 convidados da família e amigos de Dom Mascord.

Em sua homilia, o Arcebispo de Sydney recordou as palavras de Santo Agostinho: "Se como Bispo me sinto atirado no mar aberto, como cristão me encontro a salvo", que falam da grande responsabilidade que tem os Bispos no cuidado de seus fiéis. "Esperamos que o nosso Bispo eleito seja um bom homem e um bom cristão antes que qualquer outra coisa, para modelar para nós a Fé, a esperança, a caridade e as demais virtudes. Felizmente, por conta própria, (o Bispo) Brian foi cercado desde a infância por pessoas 'tremendas', como sua avó e seus amados pais, que lhe mostraram como reconhecer e responder a Deus na vida cotidiana, expressando a Fé de forma prática no serviço".

"Algumas semanas antes de que te nomeassem Bispo, te conheci no Santo Sepulcro de Jerusalém, enquanto guiavas um grupo de peregrinos seguindo os passos de Jesus. Te comoveu profundamente, como a mim, celebrar a Missa na mesma laje sobre a qual Cristo morto, foi deitado e da qual se levantou para nossa salvação", recordou Dom Fischer. Assim como sua peregrinação ao longo de toda vida leva-o agora para Wollongong, em certo sentido deve manter seu coração fixo nesse sepulcro. Porque no final, a Igreja não está construída pelos fiéis, o clero, inclusive os sucessores dos apóstolos. Não, é o Cristo quem edifica a Igreja e sua Igreja, não a nossa, que se reconstrói dia a dia. Nela nos unimos a Pedro para professar-lhe: "Você é o Cristo". Filho de Deus vivo!". (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No próximo domingo, 24 de junho, a Catedral de Turim celebrará a festa do seu Padroeiro, São Joã ...
 
A proximidade dos Salesianos aos iemenitas fez com que a ordem religiosa promova neste sábado, 23, ...
 
Encontrar apoio na própria família é uma grande ajuda para os que dão este passo, e é uma grand ...
 
Conferência Episcopal do Peru comunica abertura de Centro de Auxílio a migrantes venezuelanos. ...
 
Confiança, Anúncio e Fraternidade: três palavras sobre as quais o Papa propôs aos verbitas uma r ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading