Loading
 
 
 
Loading
 
Diocese de Roma dedicará o mês de março à memória dos missionários mártires
Loading
 
27 de Fevereiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Itália - Roma (Terça-feira, 27-02-2018, Gaudium Press) Dois momentos especiais em memória aos missionários mártires serão vividos em Roma durante o mês de março: tratam-se da lectio divina que ocorrerá no dia 1º e a Vigília de Oração no dia 22; o primeiro na Basílica de São Bartolomeu e Santuário dos Mártires do Século XX e XXI que se situa na Ilha Tiberiana da Cidade Eterna; e o segundo na Basílica de São João de Latrão.

Diocese de Roma dedicará o mês de março à memória dos missionários mártires.jpg

O Centro Pastoral Missionário do Vicariato da Diocese de Roma propôs que, em preparação para a vigília, se celebre na Basílica Romana uma lectio divina para recordar os missionários que no século passado deram suas vidas pelo Evangelho. O momento de oração, que ocorrerá na quinta-feira, dia 1º às 18h30, será guiado pelo Padre Grabriele Faraghini, Reitor do Pontifício Seminário Romano Maior.

Após a meditação, serão recordados alguns testemunhos de mártires desta época, de modo especial no 15º aniversário da morte de Annalena Tonelli, missionária italiana que foi assassinada na África em outubro de 2003. Durante 33 anos, a missionária ofereceu apoio aos refugiados e acompanhou enfermos de tuberculose e HIV.

Se contará também com o testemunho de Dom Paulos Faraj Rahho, Arcebispo de Mosul, que foi sequestrado e assassinado por islâmicos em março de 2008; e o de Shahbaz Bhatti, Ministro das Minorias do Paquistão do Governo de Asif Ali Zardari e cristão católico, que foi assassinado em 2011 pelos islâmicos por se oporem à Lei da Blasfêmia e sua defesa à Asia Bibi.

O segundo momento, que será a tradicional Vigília de Oração pela Caridade, terá como tema: "'Bendito sois vós...' Caridade até o martírio", "para invocar o dom da caridade que pode nos levar ao martírio". Terá lugar às 19h da quinta-feira, 22 de março, na Basílica de São João de Latrão, sendo presidida por Dom Angelo De Donatis, Vigário do Papa para Roma, e concelebrada pelos sacerdotes da Diocese. A jornada de oração é uma iniciativa conjunta do Centro Missionário do Vicariato e Cáritas diocesana.

"Será um momento importante de oração e de intercâmbio ao qual convido a todos os religiosos, catequistas, animadores e voluntários das paróquias, institutos, associações, movimentos e grupos eclesiais", diz Dom De Donatis em uma mensagem dirigida à comunidade diocesana.

Enquanto isso, na convocação enviada por ocasião da jornada de oração, também se indica: "Nos consideramos na escola da Palavra de Deus e nos lembraremos dos missionários assassinados no ano de 2017".

O Centro Pastoral Missionário da Diocese de Roma trabalha em conjunto com o Vicariato Romano, cooperando com as Igrejas e com os grupos missionários presentes na Diocese. Entre as atividades promovidas está a formação dos missionários, os laboratórios e vários programas de informação missionária.

Um de seus principais objetivos é o de apoiar a comunidade eclesial presente em Roma em seu compromisso missionário, servindo de ponto de conexão entre os vários Institutos Missionários com presença na Cidade Eterna.

Também promove uma maior conscientização na comunidade eclesial sobre a situação dos missionários que diariamente entregam suas vidas pelo Evangelho. (EPC)

Loading
Diocese de Roma dedicará o mês de março à memória dos missionários mártires

Itália - Roma (Terça-feira, 27-02-2018, Gaudium Press) Dois momentos especiais em memória aos missionários mártires serão vividos em Roma durante o mês de março: tratam-se da lectio divina que ocorrerá no dia 1º e a Vigília de Oração no dia 22; o primeiro na Basílica de São Bartolomeu e Santuário dos Mártires do Século XX e XXI que se situa na Ilha Tiberiana da Cidade Eterna; e o segundo na Basílica de São João de Latrão.

Diocese de Roma dedicará o mês de março à memória dos missionários mártires.jpg

O Centro Pastoral Missionário do Vicariato da Diocese de Roma propôs que, em preparação para a vigília, se celebre na Basílica Romana uma lectio divina para recordar os missionários que no século passado deram suas vidas pelo Evangelho. O momento de oração, que ocorrerá na quinta-feira, dia 1º às 18h30, será guiado pelo Padre Grabriele Faraghini, Reitor do Pontifício Seminário Romano Maior.

Após a meditação, serão recordados alguns testemunhos de mártires desta época, de modo especial no 15º aniversário da morte de Annalena Tonelli, missionária italiana que foi assassinada na África em outubro de 2003. Durante 33 anos, a missionária ofereceu apoio aos refugiados e acompanhou enfermos de tuberculose e HIV.

Se contará também com o testemunho de Dom Paulos Faraj Rahho, Arcebispo de Mosul, que foi sequestrado e assassinado por islâmicos em março de 2008; e o de Shahbaz Bhatti, Ministro das Minorias do Paquistão do Governo de Asif Ali Zardari e cristão católico, que foi assassinado em 2011 pelos islâmicos por se oporem à Lei da Blasfêmia e sua defesa à Asia Bibi.

O segundo momento, que será a tradicional Vigília de Oração pela Caridade, terá como tema: "'Bendito sois vós...' Caridade até o martírio", "para invocar o dom da caridade que pode nos levar ao martírio". Terá lugar às 19h da quinta-feira, 22 de março, na Basílica de São João de Latrão, sendo presidida por Dom Angelo De Donatis, Vigário do Papa para Roma, e concelebrada pelos sacerdotes da Diocese. A jornada de oração é uma iniciativa conjunta do Centro Missionário do Vicariato e Cáritas diocesana.

"Será um momento importante de oração e de intercâmbio ao qual convido a todos os religiosos, catequistas, animadores e voluntários das paróquias, institutos, associações, movimentos e grupos eclesiais", diz Dom De Donatis em uma mensagem dirigida à comunidade diocesana.

Enquanto isso, na convocação enviada por ocasião da jornada de oração, também se indica: "Nos consideramos na escola da Palavra de Deus e nos lembraremos dos missionários assassinados no ano de 2017".

O Centro Pastoral Missionário da Diocese de Roma trabalha em conjunto com o Vicariato Romano, cooperando com as Igrejas e com os grupos missionários presentes na Diocese. Entre as atividades promovidas está a formação dos missionários, os laboratórios e vários programas de informação missionária.

Um de seus principais objetivos é o de apoiar a comunidade eclesial presente em Roma em seu compromisso missionário, servindo de ponto de conexão entre os vários Institutos Missionários com presença na Cidade Eterna.

Também promove uma maior conscientização na comunidade eclesial sobre a situação dos missionários que diariamente entregam suas vidas pelo Evangelho. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/93412-Diocese-de-Roma-dedicara-o-mes-de-marco-a-memoria-dos-missionarios-martires. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No próximo domingo, 24 de junho, a Catedral de Turim celebrará a festa do seu Padroeiro, São Joã ...
 
A proximidade dos Salesianos aos iemenitas fez com que a ordem religiosa promova neste sábado, 23, ...
 
Encontrar apoio na própria família é uma grande ajuda para os que dão este passo, e é uma grand ...
 
Conferência Episcopal do Peru comunica abertura de Centro de Auxílio a migrantes venezuelanos. ...
 
Confiança, Anúncio e Fraternidade: três palavras sobre as quais o Papa propôs aos verbitas uma r ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading