Loading
 
 
 
Loading
 
Arcebispo argentino afirma que é necessário “trabalhar para que uma mulher diga sim à vida"
Loading
 
27 de Fevereiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rosario (Santa Fe) Argentina (Terça-feira, 27-02-2018, Gaudium Press) O Arcebispo de Rosario, na Argentina, Dom Eduardo Eliseo Martín, pronunciou-se contra a possível despenalização do aborto, ao sustentar que a criança no ventre materno "é um ser único e irrepetível.

Não é uma parte do corpo da mulher¨. 

Temos que "trabalhar para que uma mulher diga sim à vida e não à morte".

27Arcebispo argentino afirma que é necessário trabalhar para que uma mulher diga sim à vida.jpg

Através de uma emissora de Rádio, o Arcebispo sustentou que "alguém tenha que arrancar um filho de seu ventre não contribui para o bem comum. Cremos que toda a vida merece ser respeitada".

O Prelado fez uma chamada de atenção aos legisladores dizendo que "Seria bom que cada partido tivesse explicitado sua postura sobre o aborto nas eleições".

"Nós temos dado ás cegas um mandato a nossos legisladores, assinamos um cheque em branco dizendo lhes: façam o que quiserem".

A última afirmação de Do Eduardo foi um uma convocação:
"temos que trabalhar para que uma mulher diga sim à vida e não à morte". (JSG)


(Da redação Gaudium Press, com informações AICA)

 

 

 

Loading
Arcebispo argentino afirma que é necessário “trabalhar para que uma mulher diga sim à vida"

Rosario (Santa Fe) Argentina (Terça-feira, 27-02-2018, Gaudium Press) O Arcebispo de Rosario, na Argentina, Dom Eduardo Eliseo Martín, pronunciou-se contra a possível despenalização do aborto, ao sustentar que a criança no ventre materno "é um ser único e irrepetível.

Não é uma parte do corpo da mulher¨. 

Temos que "trabalhar para que uma mulher diga sim à vida e não à morte".

27Arcebispo argentino afirma que é necessário trabalhar para que uma mulher diga sim à vida.jpg

Através de uma emissora de Rádio, o Arcebispo sustentou que "alguém tenha que arrancar um filho de seu ventre não contribui para o bem comum. Cremos que toda a vida merece ser respeitada".

O Prelado fez uma chamada de atenção aos legisladores dizendo que "Seria bom que cada partido tivesse explicitado sua postura sobre o aborto nas eleições".

"Nós temos dado ás cegas um mandato a nossos legisladores, assinamos um cheque em branco dizendo lhes: façam o que quiserem".

A última afirmação de Do Eduardo foi um uma convocação:
"temos que trabalhar para que uma mulher diga sim à vida e não à morte". (JSG)


(Da redação Gaudium Press, com informações AICA)

 

 

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Coro da Catedral realizou seu tradicional Concerto Coral Anual de Natal, e se destacou pelo carát ...
 
Papa Francisco recebeu em audiência funcionários TV italiana Telepace, nos seus 40 anos de fundaç ...
 
Os sacerdotes católicos não podem revelar os pecados dos penitentes sob pena de excomunhão, e nem ...
 
O Papa dedicou a homilia de hoje a São José e pediu aos fiéis que não percam a capacidade de s ...
 
Belém é um dos lugares da Terra Santa mais visitados por ocasião do Natal. E não é para menos, ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading