Loading
 
 
 
Loading
 
Arquidiocese de Belém (PA) inicia jubileu pelos seus 300 anos
Loading
 
9 de Março de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Belém - Pará (Sexta-feira, 09-03-2018, Gaudium Press) Referência de evangelização na região amazônica em quase três séculos de existência, a Arquidiocese de Belém comemorou no último domingo, 4 de março, o seu aniversário de 299 anos de fundação, com uma celebração em ação de graças presidida pelo Arcebispo Dom Alberto Taveira Corrêa. A cerimônia, realizada na Catedral Metropolitana, marcou o início do jubileu do tricentenário, a ser festejado em 2019.

Arquidiocese de Belém (PA) inicia jubileu pelos seus 300 anos.jpeg

A história da Igreja paraense teve início em 4 de março de 1719, quando a Diocese de Belém foi desmembrada da então Diocese do Maranhão, a pedido de Dom João V de Portugal, pela Bula "Copiosus in Misericórdia" do Papa Clemente XI. No dia 1º de maio de 1906, o templo foi elevado a Arquidiocese e sede Metropolitana, pela Bula "Sempiternum humani generis", de São Pio X.

O que possivelmente teria motivado a elevação da Arquidiocese foi o fato de ter sua sede na capital do Estado do Pará, além de se encontrar em um ponto de referência na história de evangelização, tanto pelos inúmeros trabalhos pastorais prestados em parte da região amazônica, quanto pela contribuição valorosa das ordens religiosas e do clero secular que missionaram pelo sertão amazônico.

De acordo com o Monsenhor Raimundo Possidônio da Mata, historiador e Vigário Geral da Arquidiocese, essa referência é uma expressão do conjunto de uma extensa obra que só foi possível graças à participação de uma quantidade significativa de pessoas. "Ainda hoje essa presença e atuação se destacam na missão de centenas de religiosos e religiosas, padres e leigos e leigas que assumem seu papel, enfrentando os desafios da realidade atual, revelando sua maturidade na fé e compromisso missionário", disse.

Na abertura do Jubileu na Catedral Metropolitana, houve o lançamento do Plano de Pastoral, fruto da Assembleia Pastoral do ano passado.

"O Plano de Pastoral apresenta seis eixos como orientação para a caminhada da Igreja nesses próximos anos, todos eles voltados para concretizar a missão da Igreja neste território da Amazônia, que é a cidade de Belém e área metropolitana. Cada eixo, tendo como referência a missionariedade, propõe linhas de ação e o planejamento operativo que vão desencadear uma série de atividades em diversos níveis: arquidiocesano, regiões episcopais, paróquias, instancias pastorais, Vida Consagrada e, enfim, diria, todas as dimensões da vida e missão de nossa Igreja de Belém", destacou o Monsenhor.

A Arquidiocese tem como sua Igreja Mãe a Catedral Metropolitana de Belém, situada no centro histórico da capital. A padroeira é Santa Maria de Belém e a Cúria Metropolitana, sede administrativa, na área central, localiza-se no bairro de Nazaré.

Com 89 paróquias, distribuídas em sete regiões episcopais, (Sant'Ana, Santa Maria Goretti, Santa Cruz, São João Batista, Coração Eu­carístico de Jesus, São Vicente de Pau­lo e Menino Deus), a Arquidiocese de Belém conta com 13 bispos e dez arcebispos, sendo atualmente administrada por Dom Alberto Taveira Corrêa. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese de Belém do Pará

Loading
Arquidiocese de Belém (PA) inicia jubileu pelos seus 300 anos

Belém - Pará (Sexta-feira, 09-03-2018, Gaudium Press) Referência de evangelização na região amazônica em quase três séculos de existência, a Arquidiocese de Belém comemorou no último domingo, 4 de março, o seu aniversário de 299 anos de fundação, com uma celebração em ação de graças presidida pelo Arcebispo Dom Alberto Taveira Corrêa. A cerimônia, realizada na Catedral Metropolitana, marcou o início do jubileu do tricentenário, a ser festejado em 2019.

Arquidiocese de Belém (PA) inicia jubileu pelos seus 300 anos.jpeg

A história da Igreja paraense teve início em 4 de março de 1719, quando a Diocese de Belém foi desmembrada da então Diocese do Maranhão, a pedido de Dom João V de Portugal, pela Bula "Copiosus in Misericórdia" do Papa Clemente XI. No dia 1º de maio de 1906, o templo foi elevado a Arquidiocese e sede Metropolitana, pela Bula "Sempiternum humani generis", de São Pio X.

O que possivelmente teria motivado a elevação da Arquidiocese foi o fato de ter sua sede na capital do Estado do Pará, além de se encontrar em um ponto de referência na história de evangelização, tanto pelos inúmeros trabalhos pastorais prestados em parte da região amazônica, quanto pela contribuição valorosa das ordens religiosas e do clero secular que missionaram pelo sertão amazônico.

De acordo com o Monsenhor Raimundo Possidônio da Mata, historiador e Vigário Geral da Arquidiocese, essa referência é uma expressão do conjunto de uma extensa obra que só foi possível graças à participação de uma quantidade significativa de pessoas. "Ainda hoje essa presença e atuação se destacam na missão de centenas de religiosos e religiosas, padres e leigos e leigas que assumem seu papel, enfrentando os desafios da realidade atual, revelando sua maturidade na fé e compromisso missionário", disse.

Na abertura do Jubileu na Catedral Metropolitana, houve o lançamento do Plano de Pastoral, fruto da Assembleia Pastoral do ano passado.

"O Plano de Pastoral apresenta seis eixos como orientação para a caminhada da Igreja nesses próximos anos, todos eles voltados para concretizar a missão da Igreja neste território da Amazônia, que é a cidade de Belém e área metropolitana. Cada eixo, tendo como referência a missionariedade, propõe linhas de ação e o planejamento operativo que vão desencadear uma série de atividades em diversos níveis: arquidiocesano, regiões episcopais, paróquias, instancias pastorais, Vida Consagrada e, enfim, diria, todas as dimensões da vida e missão de nossa Igreja de Belém", destacou o Monsenhor.

A Arquidiocese tem como sua Igreja Mãe a Catedral Metropolitana de Belém, situada no centro histórico da capital. A padroeira é Santa Maria de Belém e a Cúria Metropolitana, sede administrativa, na área central, localiza-se no bairro de Nazaré.

Com 89 paróquias, distribuídas em sete regiões episcopais, (Sant'Ana, Santa Maria Goretti, Santa Cruz, São João Batista, Coração Eu­carístico de Jesus, São Vicente de Pau­lo e Menino Deus), a Arquidiocese de Belém conta com 13 bispos e dez arcebispos, sendo atualmente administrada por Dom Alberto Taveira Corrêa. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese de Belém do Pará

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/93651-Arquidiocese-de-Belem--PA--inicia-jubileu-pelos-seus-300-anos. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A celebração contou com a participação de diversos Cardeais, Bispos e Arcebispos, além de cerca ...
 
Seguida por 47 milhões e 700 mil pessoas, a conta @Pontifex publica em nove idiomas e tem um númer ...
 
As irmãs capitulares são provenientes de países como Brasil, Paraguai, Argentina, Colômbia, Equa ...
 
As 19 peças são pertencentes à colecionadores e podem ser admiradas até o dia 13 de janeiro de 2 ...
 
Analisemos, alguns desses símbolos presentes na imagem de Nossa Senhora de Guadalupe. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading