Loading
 
 
 
Loading
 
“Caminhada da Fraternidade” chega à sua 23ª edição no Piauí
Loading
 
14 de Março de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Teresina - Piauí (Quarta-feira, 14-03-2018, Gaudium Press) O auditório Paulo VI recebeu na última quarta-feira, 7 de março, o lançamento da 23ª edição da "Caminhada da Fraternidade", marcada para o próximo dia 10 de junho. A iniciativa da Igreja piauiense é oriunda dos esforços de irmãos que se doam em busca da melhoria da qualidade de vida dos mais necessitados.

O ponto de partida da ação será ao lado da Igreja de São Benedito, com destino a Ponte Estaiada. A realização do evento é de responsabilidade da Ação Social Arquidiocesana (ASA).

Segundo o presidente da ASA e Vigário Geral da Arquidiocese de Teresina, Padre Tony Batista, a temática deste ano é uma prova de que a "Caminhada" visa o engrandecimento da comunidade para que todos possam crescer como pessoa através da adoção de posturas fraternas.

"Nossa intenção não é apenas conseguir recursos para socorrer os mais necessitados. Queremos gerar reflexão e chamar a atenção para as diferenças. O mundo de hoje requer atitudes tolerantes. Precisamos de bom senso para ser tolerantes e evitarmos conflito. Eu entendo a tolerância como dom de Deus. Mas é também uma responsabilidade nossa. A tolerância é uma atitude nobre pela qual precisamos compreender os defeitos e falhas", disse o Padre Tony Batista.

O sacerdote também valorizou a importância de todos para a conquista de uma cultura de paz e afirmou que "ser tolerante é saber conviver com os defeitos sem precisar apontá-los, o que tornaria desagradável". "A ‘Caminhada' é este ato indispensável para vivermos em paz e em harmonia com os outros", acrescentou.

Por sua vez, o Arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, enalteceu que a cada ano a "Caminhada da Fraternidade" vem sendo um momento festivo e sugestivo e que, portanto, não podemos esquecer de ser fraternos com os irmãos mais carentes.

"O denominador comum é fraternidade. A ‘Caminhada' é uma ressonância da Campanha da Fraternidade. Não haverá paz, diálogo no seio familiar, no ambiente de trabalho, em comunidade se não formos tolerantes". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese de Teresina

Loading
“Caminhada da Fraternidade” chega à sua 23ª edição no Piauí

Teresina - Piauí (Quarta-feira, 14-03-2018, Gaudium Press) O auditório Paulo VI recebeu na última quarta-feira, 7 de março, o lançamento da 23ª edição da "Caminhada da Fraternidade", marcada para o próximo dia 10 de junho. A iniciativa da Igreja piauiense é oriunda dos esforços de irmãos que se doam em busca da melhoria da qualidade de vida dos mais necessitados.

O ponto de partida da ação será ao lado da Igreja de São Benedito, com destino a Ponte Estaiada. A realização do evento é de responsabilidade da Ação Social Arquidiocesana (ASA).

Segundo o presidente da ASA e Vigário Geral da Arquidiocese de Teresina, Padre Tony Batista, a temática deste ano é uma prova de que a "Caminhada" visa o engrandecimento da comunidade para que todos possam crescer como pessoa através da adoção de posturas fraternas.

"Nossa intenção não é apenas conseguir recursos para socorrer os mais necessitados. Queremos gerar reflexão e chamar a atenção para as diferenças. O mundo de hoje requer atitudes tolerantes. Precisamos de bom senso para ser tolerantes e evitarmos conflito. Eu entendo a tolerância como dom de Deus. Mas é também uma responsabilidade nossa. A tolerância é uma atitude nobre pela qual precisamos compreender os defeitos e falhas", disse o Padre Tony Batista.

O sacerdote também valorizou a importância de todos para a conquista de uma cultura de paz e afirmou que "ser tolerante é saber conviver com os defeitos sem precisar apontá-los, o que tornaria desagradável". "A ‘Caminhada' é este ato indispensável para vivermos em paz e em harmonia com os outros", acrescentou.

Por sua vez, o Arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, enalteceu que a cada ano a "Caminhada da Fraternidade" vem sendo um momento festivo e sugestivo e que, portanto, não podemos esquecer de ser fraternos com os irmãos mais carentes.

"O denominador comum é fraternidade. A ‘Caminhada' é uma ressonância da Campanha da Fraternidade. Não haverá paz, diálogo no seio familiar, no ambiente de trabalho, em comunidade se não formos tolerantes". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese de Teresina

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/93762--ldquo-Caminhada-da-Fraternidade-rdquo--chega-a-sua-23a--edicao-no-Piaui-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading