Loading
 
 
 
Loading
 
“Mutirão de Confissões” acontece na Arquidiocese de Uberaba (MG)
Loading
 
20 de Março de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Uberaba - Minas Gerais (Terça-feira, 20-03-2018, Gaudium Press) Com o intuito de preparar os fiéis para vivenciarem a Quaresma e a Semana Santa, teve início o "Mutirão de Confissões" nas paróquias que compõem a Arquidiocese de Uberaba.

Mutirão de Confissões acontece na Arquidiocese de Uberaba (MG).jpg

A Quaresma e a Semana Santa inserem-se no período em que a Igreja Católica convida os cristãos à reflexão, bem como à reconciliação com Deus e à conversão.

Até o final do mês de março, o "Mutirão" ocorrerá por setor, em datas agendadas, ao longo do período quaresmal. No Santuário Nossa Senhora da Abadia, por exemplo, a ação já aconteceu, mas os fiéis ainda podem se confessar às terças, quintas e sábado, das 9h às 11h.

Vale ressaltar que na Sexta-Feira da Paixão, dia 30 de março, não haverá confissões em nenhuma paróquia.

Mutirão de Confissões acontece na Arquidiocese de Uberaba (MG) (2).jpgSobre o "Mutirão", o Arcebispo de Uberaba, Dom Paulo Mendes Peixoto, afirmou que "a Confissão faz parte dos sete Sacramentos, que constituem uma riqueza na vida da Igreja", sendo que todos eles "são sinais eficazes da graça de Deus e recomendados a todas as pessoas que os têm por um ato de fé".

"Cada um tem suas finalidades na conduta e trajetória da vida cristã da pessoa. São espaços de encontro pessoal com o Deus da vida e criam comprometimento com a comunidade cristã", disse, em artigo publicado no site da arquidiocese.

De acordo com Dom Paulo, nos últimos tempos, a prática do "Mutirão de Confissões" se tornou comum nas dioceses locais. "Pelas normas da Igreja, o cristão deve realizar anualmente sua Páscoa, participando da Eucaristia, o que supõe também o Sacramento da Confissão. São poucas as pessoas que fazem sua confissão sacramental com frequência. As paróquias precisam ter horários fixos para atendimento de confissão", explicou.

O Arcebispo também fez a seguinte observação: "o mais comum hoje é esperar o momento do ‘Mutirão de Confissões', quando os padres de uma mesma Região Pastoral se reúnem para atender, conjuntamente, cada paróquia. Isso é importante, mas não consegue atingir aos que não podem comparecer naquele determinado dia. Significa que as paróquias precisam ter outros horários para que um confessor seja encontrado".

"Um dado importante é a convivência entre os padres. Cria condição de encontro, de solidariedade e de vida concreta de Igreja. O povo precisa ver os padres unidos e fortalecidos em sua missão, testemunhando consciência de que a união faz a força. Infelizmente acontece descompromisso de alguns padres com essa riqueza do presbitério, deixando de comparecer por motivos vazios", ressaltou.

Ainda conforme Dom Paulo, "a confissão sacramental é uma riqueza da nossa Igreja", e nela, "temos a confirmação de Jesus: ‘A quem perdoardes os pecados, serão perdoados; a quem os retiverdes, ficarão retidos' (Jo 20,23)".

"A certeza no perdão de Deus supõe uma atitude de arrependimento e o propósito de fazer de tudo para não cair mais. O reconhecimento de faltas tem a dimensão de humildade e de grandeza diante de Deus".

No final do texto, o arcebispo esclareceu que o "Mutirão de onfissões" acontece nos tempos quaresmais, mas também pode ser realizado nas novenas de padroeiros, em momentos festivos da diocese ou da paróquia.

"Os padres devem dar o máximo de atenção para isso, porque enriquece a vida espiritual das pessoas de sua paróquia. É também forma de criar momentos para o povo se confessar", concluiu Dom Paulo Mendes. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese de Uberaba

Loading
“Mutirão de Confissões” acontece na Arquidiocese de Uberaba (MG)

Uberaba - Minas Gerais (Terça-feira, 20-03-2018, Gaudium Press) Com o intuito de preparar os fiéis para vivenciarem a Quaresma e a Semana Santa, teve início o "Mutirão de Confissões" nas paróquias que compõem a Arquidiocese de Uberaba.

Mutirão de Confissões acontece na Arquidiocese de Uberaba (MG).jpg

A Quaresma e a Semana Santa inserem-se no período em que a Igreja Católica convida os cristãos à reflexão, bem como à reconciliação com Deus e à conversão.

Até o final do mês de março, o "Mutirão" ocorrerá por setor, em datas agendadas, ao longo do período quaresmal. No Santuário Nossa Senhora da Abadia, por exemplo, a ação já aconteceu, mas os fiéis ainda podem se confessar às terças, quintas e sábado, das 9h às 11h.

Vale ressaltar que na Sexta-Feira da Paixão, dia 30 de março, não haverá confissões em nenhuma paróquia.

Mutirão de Confissões acontece na Arquidiocese de Uberaba (MG) (2).jpgSobre o "Mutirão", o Arcebispo de Uberaba, Dom Paulo Mendes Peixoto, afirmou que "a Confissão faz parte dos sete Sacramentos, que constituem uma riqueza na vida da Igreja", sendo que todos eles "são sinais eficazes da graça de Deus e recomendados a todas as pessoas que os têm por um ato de fé".

"Cada um tem suas finalidades na conduta e trajetória da vida cristã da pessoa. São espaços de encontro pessoal com o Deus da vida e criam comprometimento com a comunidade cristã", disse, em artigo publicado no site da arquidiocese.

De acordo com Dom Paulo, nos últimos tempos, a prática do "Mutirão de Confissões" se tornou comum nas dioceses locais. "Pelas normas da Igreja, o cristão deve realizar anualmente sua Páscoa, participando da Eucaristia, o que supõe também o Sacramento da Confissão. São poucas as pessoas que fazem sua confissão sacramental com frequência. As paróquias precisam ter horários fixos para atendimento de confissão", explicou.

O Arcebispo também fez a seguinte observação: "o mais comum hoje é esperar o momento do ‘Mutirão de Confissões', quando os padres de uma mesma Região Pastoral se reúnem para atender, conjuntamente, cada paróquia. Isso é importante, mas não consegue atingir aos que não podem comparecer naquele determinado dia. Significa que as paróquias precisam ter outros horários para que um confessor seja encontrado".

"Um dado importante é a convivência entre os padres. Cria condição de encontro, de solidariedade e de vida concreta de Igreja. O povo precisa ver os padres unidos e fortalecidos em sua missão, testemunhando consciência de que a união faz a força. Infelizmente acontece descompromisso de alguns padres com essa riqueza do presbitério, deixando de comparecer por motivos vazios", ressaltou.

Ainda conforme Dom Paulo, "a confissão sacramental é uma riqueza da nossa Igreja", e nela, "temos a confirmação de Jesus: ‘A quem perdoardes os pecados, serão perdoados; a quem os retiverdes, ficarão retidos' (Jo 20,23)".

"A certeza no perdão de Deus supõe uma atitude de arrependimento e o propósito de fazer de tudo para não cair mais. O reconhecimento de faltas tem a dimensão de humildade e de grandeza diante de Deus".

No final do texto, o arcebispo esclareceu que o "Mutirão de onfissões" acontece nos tempos quaresmais, mas também pode ser realizado nas novenas de padroeiros, em momentos festivos da diocese ou da paróquia.

"Os padres devem dar o máximo de atenção para isso, porque enriquece a vida espiritual das pessoas de sua paróquia. É também forma de criar momentos para o povo se confessar", concluiu Dom Paulo Mendes. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese de Uberaba

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/93899--ldquo-Mutirao-de-Confissoes-rdquo--acontece-na-Arquidiocese-de-Uberaba--MG-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O reitor do Santuário de Fátima explicou que para tomar essa decisão, ele levou em consideração ...
 
O corpo de Cristo fortalece tua alma, fortalece tua Fé, teu amor, tua esperança, tua fortaleza par ...
 
No Circo Máximo, em Roma, 70 mil jovens estiveram com o Papa e ele respondeu perguntas ...
 
Há 15 Igrejas Particulares vacantes, em um universo de 277 circunscrições eclesiásticas. ...
 
A cerimônia contou com a presença de oito mil fiéis da família mercedária provenientes de todo ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading