Loading
 
 
 
Loading
 
Caminhando com Jesus, Rumo ao Calvário (11 e 12)
Loading
 
26 de Março de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Segunda-feira, 26-03-2018, Gaudium Press) Jesus é pregado na Cruz e nela morre. Duas Estações da Via Sacra que hoje oferecemos para a meditação de nossos leitores:

11-decimo-primeiro.jpg

 

Decima Primeira Estação


Jesus é pregado na Cruz

 

V/. Nós Vos adoramos, ó Cristo, e Vos bendizemos.

R/. Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.


Chegados que foram ao lugar chamado Calvário, ali O crucificaram, como também os ladrões, um à direita e outro à esquerda. Pilatos redigiu uma inscrição e a fixou por cima da cruz. Nela estava escrito: "Jesus de Nazaré, rei dos judeus" (Lc 23, 33; Jo 19, 19).

Por fim chega Jesus ao Calvário, lugar onde, segundo uma piedosa e antiga tradição, Adão havia sido sepultado. Ali abundara o pecado, ali transbordaria a graça.

Crucificado! Aquela mesma cruz que tanto Lhe pesara sobre os ombros seria o Seu instrumento de morte. Os braços? Abertos, para atrair a Si a humanidade inteira, conforme afirma S. João Crisóstomo.

Já em estado pré-agônico, enormes cravos perfuram as Suas sagradas mãos e divinos pés, levando Jesus a contorcer-Se de dor.

O requinte da maldade de seus acusadores chega ao ponto de O crucificarem entre dois ladrões para ser considerado também como tal.

Enquanto os soldados repartiam entre si os haveres materiais do Divino Crucificado, Ele entregava sua preciosa herança - Maria Santíssima - ao discípulo amado, num último e supremo gesto de amor filial.

Ó Jesus meu! Vejo, nesta meditação, o drama da loucura de amor de um Deus por Suas criaturas. Se fosse eu o único a haver pecado, Vosso procedimento não teria sido outro. Vós fostes crucificado por mim.

Concedei-me as mesmas graças derramadas sobre o bom ladrão e possa eu, assim, um dia estar convosco no Paraíso.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória

V/. Sagrado Coração de Jesus, vítima dos pecadores.
R/. Tende piedade de nós.

V/. Pela misericórdia de Deus descansem em paz as almas dos fiéis defuntos.

Amém.

 

12-decimo-segunda.jpg

 


Décima Segunda Estação

Jesus Morre na Cruz

 

V/. Nós Vos adoramos, ó Cristo, e Vos bendizemos.
R/. Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.


Havendo Jesus tomado do vinagre, disse: "Tudo está consumado". Inclinou a cabeça e rendeu o espírito. Vieram os soldados e quebraram as pernas do primeiro e do outro que com Ele foram crucificados.
Chegando porém, a Jesus, como O vissem já morto, não Lhe quebraram as pernas, mas um dos soldados abriu-Lhe o lado com uma lança e imediatamente saiu sangue e água (Jo 19, 30; 32 34).

"Inclinou a cabeça e rendeu o espírito", afirma o Evangelho. A este respeito, pergunta Santo Agostinho:
"Quem pode dormir quando quer, como Jesus morreu quando quis?"

E afirma São João Crisóstomo:
"Por Seus atos, indica o Evangelista que Ele era Senhor de todas as coisas".
Do seu lado "saiu sangue e água", que simbolizam os Sacramentos da Igreja, indispensáveis para nossa salvação. São João emprega o verbo "abrir" para significar a abertura da porta da qual nasceria a Santa Igreja.

Ó meu Jesus, prova de amor maior não há! Vós destes Vossa preciosíssima vida por mim! E que Vos devo dar eu? E que Vos devo dar eu? Pensar que esse mesmo sacrifício se renova todos os dias sobre o altar, de forma
incruenta, para que eu me beneficiasse dele totalmente!

Ah, Senhor, aceitai o meu pobre ser, o meu corpo, a minha alma, os meus familiares, tudo o que me pertence agora e no futuro, até os meus méritos. Tudo é vosso, Senhor, e a Vós entrego em retribuição, por meio de Maria Santíssima.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória

V/. Sagrado Coração de Jesus, vítima dos pecadores.
R/. Tende piedade de nós.

V/. Pela misericórdia de Deus descansem em paz as almas dos fiéis defuntos.

Amém.

 

 

Loading
Caminhando com Jesus, Rumo ao Calvário (11 e 12)

Redação (Segunda-feira, 26-03-2018, Gaudium Press) Jesus é pregado na Cruz e nela morre. Duas Estações da Via Sacra que hoje oferecemos para a meditação de nossos leitores:

11-decimo-primeiro.jpg

 

Decima Primeira Estação


Jesus é pregado na Cruz

 

V/. Nós Vos adoramos, ó Cristo, e Vos bendizemos.

R/. Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.


Chegados que foram ao lugar chamado Calvário, ali O crucificaram, como também os ladrões, um à direita e outro à esquerda. Pilatos redigiu uma inscrição e a fixou por cima da cruz. Nela estava escrito: "Jesus de Nazaré, rei dos judeus" (Lc 23, 33; Jo 19, 19).

Por fim chega Jesus ao Calvário, lugar onde, segundo uma piedosa e antiga tradição, Adão havia sido sepultado. Ali abundara o pecado, ali transbordaria a graça.

Crucificado! Aquela mesma cruz que tanto Lhe pesara sobre os ombros seria o Seu instrumento de morte. Os braços? Abertos, para atrair a Si a humanidade inteira, conforme afirma S. João Crisóstomo.

Já em estado pré-agônico, enormes cravos perfuram as Suas sagradas mãos e divinos pés, levando Jesus a contorcer-Se de dor.

O requinte da maldade de seus acusadores chega ao ponto de O crucificarem entre dois ladrões para ser considerado também como tal.

Enquanto os soldados repartiam entre si os haveres materiais do Divino Crucificado, Ele entregava sua preciosa herança - Maria Santíssima - ao discípulo amado, num último e supremo gesto de amor filial.

Ó Jesus meu! Vejo, nesta meditação, o drama da loucura de amor de um Deus por Suas criaturas. Se fosse eu o único a haver pecado, Vosso procedimento não teria sido outro. Vós fostes crucificado por mim.

Concedei-me as mesmas graças derramadas sobre o bom ladrão e possa eu, assim, um dia estar convosco no Paraíso.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória

V/. Sagrado Coração de Jesus, vítima dos pecadores.
R/. Tende piedade de nós.

V/. Pela misericórdia de Deus descansem em paz as almas dos fiéis defuntos.

Amém.

 

12-decimo-segunda.jpg

 


Décima Segunda Estação

Jesus Morre na Cruz

 

V/. Nós Vos adoramos, ó Cristo, e Vos bendizemos.
R/. Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.


Havendo Jesus tomado do vinagre, disse: "Tudo está consumado". Inclinou a cabeça e rendeu o espírito. Vieram os soldados e quebraram as pernas do primeiro e do outro que com Ele foram crucificados.
Chegando porém, a Jesus, como O vissem já morto, não Lhe quebraram as pernas, mas um dos soldados abriu-Lhe o lado com uma lança e imediatamente saiu sangue e água (Jo 19, 30; 32 34).

"Inclinou a cabeça e rendeu o espírito", afirma o Evangelho. A este respeito, pergunta Santo Agostinho:
"Quem pode dormir quando quer, como Jesus morreu quando quis?"

E afirma São João Crisóstomo:
"Por Seus atos, indica o Evangelista que Ele era Senhor de todas as coisas".
Do seu lado "saiu sangue e água", que simbolizam os Sacramentos da Igreja, indispensáveis para nossa salvação. São João emprega o verbo "abrir" para significar a abertura da porta da qual nasceria a Santa Igreja.

Ó meu Jesus, prova de amor maior não há! Vós destes Vossa preciosíssima vida por mim! E que Vos devo dar eu? E que Vos devo dar eu? Pensar que esse mesmo sacrifício se renova todos os dias sobre o altar, de forma
incruenta, para que eu me beneficiasse dele totalmente!

Ah, Senhor, aceitai o meu pobre ser, o meu corpo, a minha alma, os meus familiares, tudo o que me pertence agora e no futuro, até os meus méritos. Tudo é vosso, Senhor, e a Vós entrego em retribuição, por meio de Maria Santíssima.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória

V/. Sagrado Coração de Jesus, vítima dos pecadores.
R/. Tende piedade de nós.

V/. Pela misericórdia de Deus descansem em paz as almas dos fiéis defuntos.

Amém.

 

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94035-Caminhando-com-Jesus--Rumo-ao-Calvario--11-e-12-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O último ato do CAM – V foi a Missa de envio missionário e um Dia Missionário nas paróquias. ...
 
Maria vestiu Jesus, desde o seu nascimento, como esmerada e devotada Mãe. Assim, Ela nos quer reves ...
 
“O discípulo missionário tem antes de tudo o seu centro de referência, que é a pessoa de Jesus ...
 
Dom Paulo Mendes Peixoto cita Jesus Cristo, que se apresentou como mestre para construir uma realida ...
 
“Queremos utilizar essa ferramenta para evangelizar, informar e interagir com maior rapidez com os ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading