Loading
 
 
 
Loading
 
Dom Armando Bucciol explica os momentos que envolvem o Tríduo Pascal
Loading
 
28 de Março de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Quarta-feira, 28-03-2018, Gaudium Press) Os católicos festejam nesta quinta-feira, 29 de março, a celebração do Tríduo Pascal, que se estende até a manhã do Domingo de Páscoa.

Dom Armando Bucciol explica os momentos que envolvem o Tríduo Pascal.jpg

De acordo com o bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB, Dom Armando Bucciol, o Tríduo Pascal envolve três momentos em uma única celebração.

Na Quinta-feira Santa, à noite, conforme Dom Bucciol, começamos com a celebração da Ceia Pascal, "em que nós fazemos memória da grande ceia da despedida, que começa, segundo o evangelista João, com o gesto do lava-pés", no qual "Cristo manifesta sua disponibilidade a amar até o fim, ele se considera o servo da humanidade".

Após a Ceia Pascal, com a celebração da Eucaristia, "memória viva do maior mistério do amor de Deus, do sacrifício de Cristo até as últimas consequências", na Sexta-Feira Santa "nós celebramos este rito sóbrio de uma intensíssima espiritualidade da morte do Senhor".

"Naquele dia, a Igreja não tem a celebração da eucaristia, mas convida seus fiéis a olhar, a contemplar o crucificado, Cristo que morre na Cruz. Ele nos amou até doar a última gota do seu sangue", afirmou.

Já no Sábado Santo, "depois do silêncio do Sábado Santo, em que a Igreja medita e reflete Cristo morto, eis que chegamos à noite da Vigília Pascal, em que celebramos a vitória de Cristo sobre a morte, a morte foi vencida e a Igreja vibra e renova a sua fé, a sua esperança numa plenitude vivida de realização que Cristo já semeou, plantou na terra e que nos fins dos tempos se realizará plenamente. A Vigília Pascal conclui o tríduo".

O bispo de Livramento de Nossa Senhora ainda observou que "é interessante observar que o sinal da Cruz se faz começando a Eucaristia na quinta-feira e repetimos com bênção final na celebração da Vigília Pascal e, através desse simbolismo litúrgico expressamos essa unidade dos três momentos celebrativos que caracterizam esse tríduo sacro". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da CNBB

Loading
Dom Armando Bucciol explica os momentos que envolvem o Tríduo Pascal

Redação (Quarta-feira, 28-03-2018, Gaudium Press) Os católicos festejam nesta quinta-feira, 29 de março, a celebração do Tríduo Pascal, que se estende até a manhã do Domingo de Páscoa.

Dom Armando Bucciol explica os momentos que envolvem o Tríduo Pascal.jpg

De acordo com o bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB, Dom Armando Bucciol, o Tríduo Pascal envolve três momentos em uma única celebração.

Na Quinta-feira Santa, à noite, conforme Dom Bucciol, começamos com a celebração da Ceia Pascal, "em que nós fazemos memória da grande ceia da despedida, que começa, segundo o evangelista João, com o gesto do lava-pés", no qual "Cristo manifesta sua disponibilidade a amar até o fim, ele se considera o servo da humanidade".

Após a Ceia Pascal, com a celebração da Eucaristia, "memória viva do maior mistério do amor de Deus, do sacrifício de Cristo até as últimas consequências", na Sexta-Feira Santa "nós celebramos este rito sóbrio de uma intensíssima espiritualidade da morte do Senhor".

"Naquele dia, a Igreja não tem a celebração da eucaristia, mas convida seus fiéis a olhar, a contemplar o crucificado, Cristo que morre na Cruz. Ele nos amou até doar a última gota do seu sangue", afirmou.

Já no Sábado Santo, "depois do silêncio do Sábado Santo, em que a Igreja medita e reflete Cristo morto, eis que chegamos à noite da Vigília Pascal, em que celebramos a vitória de Cristo sobre a morte, a morte foi vencida e a Igreja vibra e renova a sua fé, a sua esperança numa plenitude vivida de realização que Cristo já semeou, plantou na terra e que nos fins dos tempos se realizará plenamente. A Vigília Pascal conclui o tríduo".

O bispo de Livramento de Nossa Senhora ainda observou que "é interessante observar que o sinal da Cruz se faz começando a Eucaristia na quinta-feira e repetimos com bênção final na celebração da Vigília Pascal e, através desse simbolismo litúrgico expressamos essa unidade dos três momentos celebrativos que caracterizam esse tríduo sacro". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da CNBB

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94078-Dom-Armando-Bucciol-explica-os-momentos-que-envolvem-o-Triduo-Pascal. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Dom Manuel afirmou que a Igreja “é sempre o rosto visível de algo invisível” e destaca contri ...
 
O templo em Manama será o segundo lugar de culto cristão ativo no país e terá capacidade para ac ...
 
Na noite de segunda-feira desconhecidos atearam fogo a um centro da Caritas, em Sébado, norte do pa ...
 
A 51 ª edição dos festejos da paróquia dedicada ao Padroeiro é inspirada no tema “Como Igreja ...
 
Aos olhos de Deus, os mártires são os melhores evangelizadores. Dizia Tertuliano: “Sangue de má ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading