Loading
 
 
 
Loading
 
Religiosa italiana é premiada por seu trabalho na República Centro-Africana
Loading
 
28 de Março de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Estados Unidos - Washington (Quarta-feira, 28-03-2018, Gaudium Press) A Irmã María Elena Berini, religiosa católica italiana membro das Irmãs da Caridade de Santa Jeanne Anthide Thouret, foi premiada com o galardão 'Mulheres de Coragem' do Departamento de Estado dos Estados Unidos. O prêmio foi entregue em uma cerimônia realizada no 'Dean Acheson Auditorium' de Washington, EUA, no dia 23 de março.

Religiosa italiana é premiada por seu trabalho na República Centro-Africana.jpg

"A Irmã Maria Elena está recebendo essa honra por seu serviço ao enfrentar o ódio, a injustiça e os horrores relacionados à guerra", explicou a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert. A funcionária destacou que "tem dado refúgio às pessoas desabrigadas por causa do conflito" e seu "trabalho sem descanso para levar a paz à República Centro-Africana".

A religiosa de 74 anos de idade entrou no noviciado aos 19 anos e começou a servir na África como missionária desde 1972, quando foi enviada ao Chade. A partir desse momento começou a servir no meio da violência e da guerra. Em 2007 foi enviada para uma missão católica em Bocaranda, na República Centro-Africana, onde tem servido as pessoas desabrigadas que se refugiaram no lugar.

A embaixadora dos Estados Unidos junto à Santa Sé, Callista Gingrich, celebrou o reconhecimento à missionária e destacou sua perene "devoção à paz e à justiça em nome dos mais vulneráveis". Indicou também que seu trabalho missionário "é verdadeiramente inspirador". A Irmã Berini foi uma das 10 mulheres premiadas na cerimônia da 'Mulheres de Coragem Internacional'. O prêmio reconhece mulheres em todo o mundo que "demonstraram coragem e liderança excepcionais na defesa da paz, justiça, direitos humanos, igualdade e empoderamento das mulheres, muitas vezes com grande risco pessoal e sacrifício", segundo expôs o Departamento de Estado. (EPC)

Loading
Religiosa italiana é premiada por seu trabalho na República Centro-Africana

Estados Unidos - Washington (Quarta-feira, 28-03-2018, Gaudium Press) A Irmã María Elena Berini, religiosa católica italiana membro das Irmãs da Caridade de Santa Jeanne Anthide Thouret, foi premiada com o galardão 'Mulheres de Coragem' do Departamento de Estado dos Estados Unidos. O prêmio foi entregue em uma cerimônia realizada no 'Dean Acheson Auditorium' de Washington, EUA, no dia 23 de março.

Religiosa italiana é premiada por seu trabalho na República Centro-Africana.jpg

"A Irmã Maria Elena está recebendo essa honra por seu serviço ao enfrentar o ódio, a injustiça e os horrores relacionados à guerra", explicou a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert. A funcionária destacou que "tem dado refúgio às pessoas desabrigadas por causa do conflito" e seu "trabalho sem descanso para levar a paz à República Centro-Africana".

A religiosa de 74 anos de idade entrou no noviciado aos 19 anos e começou a servir na África como missionária desde 1972, quando foi enviada ao Chade. A partir desse momento começou a servir no meio da violência e da guerra. Em 2007 foi enviada para uma missão católica em Bocaranda, na República Centro-Africana, onde tem servido as pessoas desabrigadas que se refugiaram no lugar.

A embaixadora dos Estados Unidos junto à Santa Sé, Callista Gingrich, celebrou o reconhecimento à missionária e destacou sua perene "devoção à paz e à justiça em nome dos mais vulneráveis". Indicou também que seu trabalho missionário "é verdadeiramente inspirador". A Irmã Berini foi uma das 10 mulheres premiadas na cerimônia da 'Mulheres de Coragem Internacional'. O prêmio reconhece mulheres em todo o mundo que "demonstraram coragem e liderança excepcionais na defesa da paz, justiça, direitos humanos, igualdade e empoderamento das mulheres, muitas vezes com grande risco pessoal e sacrifício", segundo expôs o Departamento de Estado. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94095-Religiosa-italiana-e-premiada-por-seu-trabalho-na-Republica-Centro-Africana. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Dom Manuel afirmou que a Igreja “é sempre o rosto visível de algo invisível” e destaca contri ...
 
O templo em Manama será o segundo lugar de culto cristão ativo no país e terá capacidade para ac ...
 
Na noite de segunda-feira desconhecidos atearam fogo a um centro da Caritas, em Sébado, norte do pa ...
 
A 51 ª edição dos festejos da paróquia dedicada ao Padroeiro é inspirada no tema “Como Igreja ...
 
Aos olhos de Deus, os mártires são os melhores evangelizadores. Dizia Tertuliano: “Sangue de má ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading