Loading
 
 
 
Loading
 
Na “Segunda-feira do Anjo”, Papa diz que só a fraternidade garante a paz duradoura
Loading
 
2 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 02-04-2018, Gaudium Press) A segunda-feira após a Páscoa é chamada a "Segunda-feira do Anjo".

02Na ?Segunda-feira do Anjo?, Papa diz que só a fraternidade garante a paz duradoura.jpg

O Papa Francisco, no primeiro Regina Caeli desta Páscoa, explicou ao meio dia de hoje, que a "Segunda-feira do Anjo" é assim denominada por corresponder a uma tradição bonita que aponta para as fontes bíblicas sobre a Ressurreição.

Os Evangelhos narram que, quando as santas mulheres foram ao Sepulcro, encontraram-no aberto. Elas temiam não poder entrar porque este estava fechado com uma grande pedra.

Mas o Sepulcro estava aberto e uma voz que vinha de dentro dele lhes dizia que Jesus não estava ali, mas ressuscitou, destacou o Papa, que ainda lembrou que pela primeira vez foram pronunciadas as palavras "Ressuscitou".

Os evangelistas, continuou Francisco, narram que este primeiro anúncio foi dado pelos anjos, ou seja, pelos mensageiros de Deus.
E, prosseguindo, o Papa explica que existe um significado nesta presença de um Anjo: como a Encarnação do Verbo foi anunciada por um anjo, São Gabriel, assim para anunciar pela primeira vez a Ressurreição não bastava uma palavra humana.

Era necessário um ser superior para comunicar uma realidade tão inédita, tão incrível, que talvez nenhum homem teria ousado pronunciá-la.

Após este primeiro anúncio, a comunidade dos discípulos começou a repetir: "Verdadeiramente, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão (Lc 24,34), mas o primeiro anúncio exigia uma inteligência superior à inteligência humana.

Fraternidade: fruto da Páscoa de Cristo

O Pontífice explicou o sentido celebrativo da "Segunda-feira do Anjo".
Para Francisco, "Após ter celebrado a Páscoa se sente a necessidade de reunir-se mais uma vez com os familiares e com os amigos para fazer festa.

Porque a fraternidade é o fruto da Páscoa de Cristo que, com a sua morte e ressurreição, derrotou o pecado que separava o homem de Deus, de si mesmo e de seus irmãos." Jesus abateu o muro de divisão entre os homens e restabeleceu a paz, começando a tecer a rede de uma nova fraternidade.

De fato Jesus disse: "Disso saberão que sois meus discípulos: se amarem uns aos outros" (Jo 13,35).

"Eis o motivo porque não podemos fechar-nos em nosso privado, em nosso grupo, mas somos chamados a ocupar-nos do bem comum, a cuidar dos irmãos, especialmente dos mais frágeis e marginalizados. Somente a fraternidade pode garantir uma paz duradoura, derrotar as pobrezas, superar as tensões e as guerras, extirpar a corrupção e a criminalidade", sublinhou o Pontífice.

Para finalizar, desejou ainda Francisco que a fraternidade e a comunhão possam tornar-se nosso estilo de vida e alma de nossas relações. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

 

Loading
Na “Segunda-feira do Anjo”, Papa diz que só a fraternidade garante a paz duradoura

Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 02-04-2018, Gaudium Press) A segunda-feira após a Páscoa é chamada a "Segunda-feira do Anjo".

02Na ?Segunda-feira do Anjo?, Papa diz que só a fraternidade garante a paz duradoura.jpg

O Papa Francisco, no primeiro Regina Caeli desta Páscoa, explicou ao meio dia de hoje, que a "Segunda-feira do Anjo" é assim denominada por corresponder a uma tradição bonita que aponta para as fontes bíblicas sobre a Ressurreição.

Os Evangelhos narram que, quando as santas mulheres foram ao Sepulcro, encontraram-no aberto. Elas temiam não poder entrar porque este estava fechado com uma grande pedra.

Mas o Sepulcro estava aberto e uma voz que vinha de dentro dele lhes dizia que Jesus não estava ali, mas ressuscitou, destacou o Papa, que ainda lembrou que pela primeira vez foram pronunciadas as palavras "Ressuscitou".

Os evangelistas, continuou Francisco, narram que este primeiro anúncio foi dado pelos anjos, ou seja, pelos mensageiros de Deus.
E, prosseguindo, o Papa explica que existe um significado nesta presença de um Anjo: como a Encarnação do Verbo foi anunciada por um anjo, São Gabriel, assim para anunciar pela primeira vez a Ressurreição não bastava uma palavra humana.

Era necessário um ser superior para comunicar uma realidade tão inédita, tão incrível, que talvez nenhum homem teria ousado pronunciá-la.

Após este primeiro anúncio, a comunidade dos discípulos começou a repetir: "Verdadeiramente, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão (Lc 24,34), mas o primeiro anúncio exigia uma inteligência superior à inteligência humana.

Fraternidade: fruto da Páscoa de Cristo

O Pontífice explicou o sentido celebrativo da "Segunda-feira do Anjo".
Para Francisco, "Após ter celebrado a Páscoa se sente a necessidade de reunir-se mais uma vez com os familiares e com os amigos para fazer festa.

Porque a fraternidade é o fruto da Páscoa de Cristo que, com a sua morte e ressurreição, derrotou o pecado que separava o homem de Deus, de si mesmo e de seus irmãos." Jesus abateu o muro de divisão entre os homens e restabeleceu a paz, começando a tecer a rede de uma nova fraternidade.

De fato Jesus disse: "Disso saberão que sois meus discípulos: se amarem uns aos outros" (Jo 13,35).

"Eis o motivo porque não podemos fechar-nos em nosso privado, em nosso grupo, mas somos chamados a ocupar-nos do bem comum, a cuidar dos irmãos, especialmente dos mais frágeis e marginalizados. Somente a fraternidade pode garantir uma paz duradoura, derrotar as pobrezas, superar as tensões e as guerras, extirpar a corrupção e a criminalidade", sublinhou o Pontífice.

Para finalizar, desejou ainda Francisco que a fraternidade e a comunhão possam tornar-se nosso estilo de vida e alma de nossas relações. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Dom Manuel afirmou que a Igreja “é sempre o rosto visível de algo invisível” e destaca contri ...
 
O templo em Manama será o segundo lugar de culto cristão ativo no país e terá capacidade para ac ...
 
Na noite de segunda-feira desconhecidos atearam fogo a um centro da Caritas, em Sébado, norte do pa ...
 
A 51 ª edição dos festejos da paróquia dedicada ao Padroeiro é inspirada no tema “Como Igreja ...
 
Aos olhos de Deus, os mártires são os melhores evangelizadores. Dizia Tertuliano: “Sangue de má ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading