Loading
 
 
 
Loading
 
O Batismo "cristifica" o fiel, ensina o Papa Francisco
Loading
 
11 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feia, 11-04-2018, Gaudium Press) Tendo concluído na semana passada suas reflexões sobre a Santa Missa, na Audiência Geral desta quarta-feira, 11/04, o Papa Francisco deu início a um novo ciclo de catequeses e desta vez desenvolve suas considerações sobre a temática do Batismo.

11-O Batismo 'cristifica' o fiel, ensina o Papa Francisco.jpg

O novo tema escolhido sobre o qual tratará o Santo Padre envolve reflexões sobre o fundamento da vida cristã.

Para a Igreja Católica, o Batismo é o primeiro dos Sacramentos, a porta que permite a Cristo Senhor fixar morada na nossa pessoa e nos oferece a oportunidade de penetrar no seu Mistério.

Resplandecer de luz

O verbo grego "batizar" significa "imergir" (cfr CCC, 1214).
Banhar-se com água é um rito comum a várias crenças para expressar a passagem de uma condição a outra, sinal de purificação para um novo início.

Citando Tertuliano, o Papa explica: "Mas para nós cristãos não deve passar desapercebido que se é o corpo a ser imergido na água, é a alma a ser imersa em Cristo para receber o perdão do pecado e resplandecer de luz", explicou o Papa, citando o escritor romano Tertuliano.

Batismo e Regeneração

A água do batismo, explicou Francisco, não é uma água qualquer, mas a água sobre a qual o Espírito é invocado. Por isso, o batismo é chamado também "regeneração": acreditamos que Deus nos salvou por sua misericórdia, com uma água que regenera e renova no Espírito.

Quem crê em Cristo é imerso na própria vida da Trindade.

O batismo é sinal eficaz de renascimento: Imergindo-nos em Cristo, o Batismo nos torna também membro do seu Corpo Místico -a Igreja- e participantes de sua missão no mundo, recordou Francisco, acrescentando ainda que este Sacramento permite a Cristo viver em nós e a nós viver unidos a Ele, para colaborar na Igreja, cada um segundo a própria condição, para a transformação do mundo.

Recebido uma única vez, o Batismo ilumina toda nossa vida, guiando os nossos passos até a Jerusalém do Céu.

Antes e um depois do Batismo

"Há um antes e um depois do Batismo", quis marcar o Pontífice.
Quando trata-se de um adulto a pedir o Batismo, este Sacramento pressupõe um caminho de fé denominado catecumenato.

As crianças também são batizadas desde a antiguidade: elas são batizadas na Fé de seus pais.

Aqui o Papa recordou a doutrina da Igreja e respondeu àqueles que questionam o fato de batizar as crianças e não esperar que, uma vez adultas, sejam elas mesmas a pedir o Sacramento.

Respondendo a esta questão, o Papa afirmou: "Isso significa não ter confiança no Espírito Santo", porque é Ele que faz crescer e amadurecer as virtudes cristãs. Todos devem ter esta oportunidade, "não esqueçam de batizar as crianças", ainda recomendou ela.

Quem merece o Batismo

Caminhando para o final dessa primeira reflexão sobre o Batismo o Papa afirmou que "Ninguém merece o Batismo", pois, ele é sempre um dom gratuito para todos, adultos e recém-nascidos.

"As promessas batismais que todos os anos renovamos na Vigília Pascal devem ser reavivadas todos os dias para que o Batismo "cristifique" quem o recebeu, tornando-o realmente outro Cristo", completou o Pontífice. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

 

Loading
O Batismo "cristifica" o fiel, ensina o Papa Francisco

Cidade do Vaticano (Quarta-feia, 11-04-2018, Gaudium Press) Tendo concluído na semana passada suas reflexões sobre a Santa Missa, na Audiência Geral desta quarta-feira, 11/04, o Papa Francisco deu início a um novo ciclo de catequeses e desta vez desenvolve suas considerações sobre a temática do Batismo.

11-O Batismo 'cristifica' o fiel, ensina o Papa Francisco.jpg

O novo tema escolhido sobre o qual tratará o Santo Padre envolve reflexões sobre o fundamento da vida cristã.

Para a Igreja Católica, o Batismo é o primeiro dos Sacramentos, a porta que permite a Cristo Senhor fixar morada na nossa pessoa e nos oferece a oportunidade de penetrar no seu Mistério.

Resplandecer de luz

O verbo grego "batizar" significa "imergir" (cfr CCC, 1214).
Banhar-se com água é um rito comum a várias crenças para expressar a passagem de uma condição a outra, sinal de purificação para um novo início.

Citando Tertuliano, o Papa explica: "Mas para nós cristãos não deve passar desapercebido que se é o corpo a ser imergido na água, é a alma a ser imersa em Cristo para receber o perdão do pecado e resplandecer de luz", explicou o Papa, citando o escritor romano Tertuliano.

Batismo e Regeneração

A água do batismo, explicou Francisco, não é uma água qualquer, mas a água sobre a qual o Espírito é invocado. Por isso, o batismo é chamado também "regeneração": acreditamos que Deus nos salvou por sua misericórdia, com uma água que regenera e renova no Espírito.

Quem crê em Cristo é imerso na própria vida da Trindade.

O batismo é sinal eficaz de renascimento: Imergindo-nos em Cristo, o Batismo nos torna também membro do seu Corpo Místico -a Igreja- e participantes de sua missão no mundo, recordou Francisco, acrescentando ainda que este Sacramento permite a Cristo viver em nós e a nós viver unidos a Ele, para colaborar na Igreja, cada um segundo a própria condição, para a transformação do mundo.

Recebido uma única vez, o Batismo ilumina toda nossa vida, guiando os nossos passos até a Jerusalém do Céu.

Antes e um depois do Batismo

"Há um antes e um depois do Batismo", quis marcar o Pontífice.
Quando trata-se de um adulto a pedir o Batismo, este Sacramento pressupõe um caminho de fé denominado catecumenato.

As crianças também são batizadas desde a antiguidade: elas são batizadas na Fé de seus pais.

Aqui o Papa recordou a doutrina da Igreja e respondeu àqueles que questionam o fato de batizar as crianças e não esperar que, uma vez adultas, sejam elas mesmas a pedir o Sacramento.

Respondendo a esta questão, o Papa afirmou: "Isso significa não ter confiança no Espírito Santo", porque é Ele que faz crescer e amadurecer as virtudes cristãs. Todos devem ter esta oportunidade, "não esqueçam de batizar as crianças", ainda recomendou ela.

Quem merece o Batismo

Caminhando para o final dessa primeira reflexão sobre o Batismo o Papa afirmou que "Ninguém merece o Batismo", pois, ele é sempre um dom gratuito para todos, adultos e recém-nascidos.

"As promessas batismais que todos os anos renovamos na Vigília Pascal devem ser reavivadas todos os dias para que o Batismo "cristifique" quem o recebeu, tornando-o realmente outro Cristo", completou o Pontífice. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94386-O-Batismo--cristifica--o-fiel--ensina-o-Papa-Francisco. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O último ato do CAM – V foi a Missa de envio missionário e um Dia Missionário nas paróquias. ...
 
Maria vestiu Jesus, desde o seu nascimento, como esmerada e devotada Mãe. Assim, Ela nos quer reves ...
 
“O discípulo missionário tem antes de tudo o seu centro de referência, que é a pessoa de Jesus ...
 
Dom Paulo Mendes Peixoto cita Jesus Cristo, que se apresentou como mestre para construir uma realida ...
 
“Queremos utilizar essa ferramenta para evangelizar, informar e interagir com maior rapidez com os ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading