Loading
 
 
 
Loading
 
Católicos devem falar sobre a Fé de forma fiel ao ensinamento da Igreja, exorta Patriarca Maronita
Loading
 
17 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Bkerké (Terça-feira, 17-04-2018, Gaudium Press) O Patriarca Maronita, Cardeal Bechara Boutros Rai, publicou um documento intitulado "A Verdade que Liberta e Une" no passado 09 de abril. A intenção do prelado é garantir que as pessoas que falam aos meios de comunicação sobre temas de doutrina e Fé Católica representem de maneira fiel os ensinamentos da Igreja.

Católicos devem falar sobre a Fé de forma fiel ao ensinamento da Igreja, exorta Patriarca Maronita.jpg

Segundo informou a agência Fides, o documento consta de seis capítulos e 57 párrafos e expõem critérios que tem que ter em conta as pessoas que falam em nome da Igreja para garantir a fidelidade de suas declarações em matérias como Sagrada Escritura, historicidade dos Evangelhos, dogmas da Fé Católica e Mariologia. O texto esclarece aspectos da Fé Católica sobre a salvação, o juízo individual, as orações de cura, a existência do demônio, o inferno, as aparições marianas e as revelações privadas.

O guia pretende ser um manual doutrinal e pastoral que afete de maneira positiva as intervenções em meios de comunicação e os debates em temas relacionados com a Fé Católica e o Magistério da Igreja. O Patriarca emitiu o documento para colocar fim a uma série de discussões doutrinais em redes sociais que chegaram a aquecer os ânimos dos fiéis locais e expressar graves confusões sobre a doutrina da Igreja. O Cardeal pediu aos sacerdotes, consagrados e leigos não empregar os meios de comunicação para discussões teológica-doctrinais sem o consentimento dos Bispos ou Superiores.

O projeto de elaborar um compêndio da teologia da pastoral da Igreja já havia sido exposto durante o Sínodo Anual da Igreja Maronita em junho de 2017. Segundo informou a Fides, o Patriarca havia expressado sua preocupação em seu discurso inaugural pela "debilitação da preparação teológica dogmática e espiritual" de membros do clero e a conduta de certos sacerdotes afetos ao interesse dos meios de comunicação e que desempenham um trabalho midiático sem autorização formal de seus superiores. (EPC)

Loading
Católicos devem falar sobre a Fé de forma fiel ao ensinamento da Igreja, exorta Patriarca Maronita

Bkerké (Terça-feira, 17-04-2018, Gaudium Press) O Patriarca Maronita, Cardeal Bechara Boutros Rai, publicou um documento intitulado "A Verdade que Liberta e Une" no passado 09 de abril. A intenção do prelado é garantir que as pessoas que falam aos meios de comunicação sobre temas de doutrina e Fé Católica representem de maneira fiel os ensinamentos da Igreja.

Católicos devem falar sobre a Fé de forma fiel ao ensinamento da Igreja, exorta Patriarca Maronita.jpg

Segundo informou a agência Fides, o documento consta de seis capítulos e 57 párrafos e expõem critérios que tem que ter em conta as pessoas que falam em nome da Igreja para garantir a fidelidade de suas declarações em matérias como Sagrada Escritura, historicidade dos Evangelhos, dogmas da Fé Católica e Mariologia. O texto esclarece aspectos da Fé Católica sobre a salvação, o juízo individual, as orações de cura, a existência do demônio, o inferno, as aparições marianas e as revelações privadas.

O guia pretende ser um manual doutrinal e pastoral que afete de maneira positiva as intervenções em meios de comunicação e os debates em temas relacionados com a Fé Católica e o Magistério da Igreja. O Patriarca emitiu o documento para colocar fim a uma série de discussões doutrinais em redes sociais que chegaram a aquecer os ânimos dos fiéis locais e expressar graves confusões sobre a doutrina da Igreja. O Cardeal pediu aos sacerdotes, consagrados e leigos não empregar os meios de comunicação para discussões teológica-doctrinais sem o consentimento dos Bispos ou Superiores.

O projeto de elaborar um compêndio da teologia da pastoral da Igreja já havia sido exposto durante o Sínodo Anual da Igreja Maronita em junho de 2017. Segundo informou a Fides, o Patriarca havia expressado sua preocupação em seu discurso inaugural pela "debilitação da preparação teológica dogmática e espiritual" de membros do clero e a conduta de certos sacerdotes afetos ao interesse dos meios de comunicação e que desempenham um trabalho midiático sem autorização formal de seus superiores. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal apresentou Nossa Senhora como exemplo para todos os fiéis. ...
 
O Pontífice visitará o país europeu entre os dias 25 e 26 de agosto, para participar do Encontro ...
 
O emoji criado consiste em uma pequena representando o rosto sorridente do Papa, com a bandeira da I ...
 
“ (...) todos os dias somos impulsionados a uma resposta livre ao chamado amoroso de Deus”, afir ...
 
Na festa da Assunção da Virgem Maria, Cardeal Antônio Marto indica três motivos de alegria para ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading