Loading
 
 
 
Loading
 
Aclamado compositor escocês apresenta seu Stabat Mater na Capela Sixtina do Vaticano
Loading
 
25 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 25-04-2018, Gaudium Press) Sir James MacMillan, aclamado compositor escocês e Diretor Artístico da Orquestra Filarmônica de Londres, apresentou a 'premiere' vaticana de sua obra 'Stabat Mater' na Capela Sistina no dia 22 de abril, em um ato presidido pelo Cardeal Vincent Nichols. A obra foi interpretada pelo coro 'The Sixteen' e o conjunto 'Britten Sinfonia'.

Aclamado compositor escocês apresenta seu Stabat Mater na Capela Sixtina do Vaticano.jpg

"Foi uma enorme honra e prazer ter minha música interpretada nesse lugar, considerando Michelangelo é claro, mas também os grandes músicos que estiveram aqui, como Palestrina e Allegri", expressou MacMillan ao 'National Catholic Register'. "Estive ali justamente antes do concerto e notei que Josquin des Prez havia escrito seu nome no muro. É simplesmente incrível".

O artista destacou o caráter mariano da obra como uma perspectiva particular da paixão de Cristo. "É a história da Crucifixão e há muitas maneiras de contá-la. Back, é claro, escreveu duas paixões maravilhosas. Mas ser capaz de ver a narrativa através dos olhos de Maria nesta forma é algo muito especial e por isto tem atraído os compositores de todas idades (...) sempre quis tentar".

A composição do Stabat Mater já havia sido interpretada em 2016 em Londres e a apresentação do dia 22 de abril foi dedicada ao filantropo católico norte-americano de ascendência polonesa John J. Studzinski, que sugeriu inicialmente ao compositor elaborar a peça e patrocinou o evento na Capela Sixtina. (EPC)

Loading
Aclamado compositor escocês apresenta seu Stabat Mater na Capela Sixtina do Vaticano

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 25-04-2018, Gaudium Press) Sir James MacMillan, aclamado compositor escocês e Diretor Artístico da Orquestra Filarmônica de Londres, apresentou a 'premiere' vaticana de sua obra 'Stabat Mater' na Capela Sistina no dia 22 de abril, em um ato presidido pelo Cardeal Vincent Nichols. A obra foi interpretada pelo coro 'The Sixteen' e o conjunto 'Britten Sinfonia'.

Aclamado compositor escocês apresenta seu Stabat Mater na Capela Sixtina do Vaticano.jpg

"Foi uma enorme honra e prazer ter minha música interpretada nesse lugar, considerando Michelangelo é claro, mas também os grandes músicos que estiveram aqui, como Palestrina e Allegri", expressou MacMillan ao 'National Catholic Register'. "Estive ali justamente antes do concerto e notei que Josquin des Prez havia escrito seu nome no muro. É simplesmente incrível".

O artista destacou o caráter mariano da obra como uma perspectiva particular da paixão de Cristo. "É a história da Crucifixão e há muitas maneiras de contá-la. Back, é claro, escreveu duas paixões maravilhosas. Mas ser capaz de ver a narrativa através dos olhos de Maria nesta forma é algo muito especial e por isto tem atraído os compositores de todas idades (...) sempre quis tentar".

A composição do Stabat Mater já havia sido interpretada em 2016 em Londres e a apresentação do dia 22 de abril foi dedicada ao filantropo católico norte-americano de ascendência polonesa John J. Studzinski, que sugeriu inicialmente ao compositor elaborar a peça e patrocinou o evento na Capela Sixtina. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
“A mensagem de Fátima continua a desafiar a uma atitude de oferta da própria vida a Deus e aos ...
 
Bispos da Igreja Caldeia Católica apelaram para o fim da guerra na Síria e em todo o Médio Orient ...
 
“A lei que penaliza o aborto provocado está a serviço de um valor altíssimo, que é a vida do n ...
 
Os jovens procurarão responder: “como brilhar aos olhos de Deus e descobrir a beleza da santidade ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading